MENU

Barrichello relembra vitória em Valência, a centésima do Brasil na F-1

Barrichello relembra vitória em Valência, a centésima do Brasil na F-1

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 11:36

Rubens Barrichello, da Williams, durante treino em

Valência no ano passado (Foto: Getty Images)

  Rubens Barrichello tem uma motivação a mais para correr em Valência, na Espanha, no próximo fim de semana, na oitava prova da temporada 2011 de Fórmula 1. A empolgação vem de uma lembrança muito especial para o piloto brasileiro: foi no GP da Europa que Rubinho venceu sua primeira corrida em 2009 - o décimo triunfo da carreira e o centésimo do Brasil na F-1.

- Valência é muito importante para mim. Foi lá que ganhei minha primeira corrida em 2009 e foi também a centésima vitória para o Brasil, por isso foi muito especial - lembra Rubinho, nono colocado nos dois últimos GPs, em Mônaco e no Canadá.

Na época, Rubens Barrichello subiu ao pódio com a Brawn GP. O brasileiro havia largado na terceira posição e, com uma tática perfeita, superou as McLarens de Lewis Hamilton e Heikki Kovalainen nos pit stops da corrida.     - É um circuito com muitas curvas longas, por isso é necessário que o carro tenha um bom acerto para uma boa tração. Adoro esta pista. A parte final do circuito tem algumas curvas de alta velocidade que torna o circuito muito completo - comenta Barrichello.     Companheiro de Rubinho na Williams, o venezuelano Pastor Maldonado também está otimista, mas por outra razão: ele acredita que os fãs venezuelanos vão comparecer em peso nas ruas de Valência.

Pastor Maldonado, da Williams  (Foto: Agência EFE)

  - A pista é muito semelhante a de Montreal, com longas retas, curvas lentas e os muros muito perto da pista. Minha parte favorita é no final, quando você freia na última curva antes do pit stop. O tempo em Valência é fantástico nesta época, e acho que o lugar vai estar cheio de fãs da Venezuela, o que fará do fim de semana ainda melhor para mim - disse Maldonado.

O parecer técnico sobre o GP da Europa fica com o diretor técnico da escuderia, Sam Michael.

- Geralmente o nível de aderência é baixo em Valência, já que é um circuito de rua que leva algum tempo para gastar a borracha. No entanto, a Pirelli fez um trabalho excepcional em Mônaco, por isso espero nada menos aqui. O set-up está pronto para uma pista lenta, mas há uma seção de alta velocidade através do setor três - explica Sam Michael.        

veja também