MENU

Bernardo faz três e garante vitória do Vasco sobre o Madureira: 4 a 2

Bernardo faz três e garante vitória do Vasco sobre o Madureira: 4 a 2

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 10:38

Foi com dificuldade e emoção, mas o Vasco venceu o Madureira por 4 a 2 neste domingo, no estádio Raulino Oliveira, em Volta Redonda, e garantiu uma semana de tranquilidade para se preparar para o clássico com o Botafogo, na próxima rodada. O grande nome da partida foi o meia Bernardo, que fez três gols (o que lhe dá direito a pedir uma música no programa "Fantástico", no quadro dos gols da rodada) e distribuiu dribles e boas jogadas. Fellipe Bastos completou o placar. Os gols do Tricolor suburbano foram marcados por Rodrigo e Adriano Magrão.

Com o resultado, o Vasco chega a seis pontos e sobre para a segunda posição no Grupo A da Taça Rio, empatado em pontos com o Boavista, mas levando a melhor em número de gols marcados. O Madura mantém os três pontos e está em quinto lugar no Grupo B.

No próximo domingo, às 18h30m (de Brasília), no Engenhão, o Vasco enfrenta o Botafogo. O Madureira, às 16h, vai até Campos encarar o Americano.

Bernardo coloca o Vasco na frente

Com seus apoiadores Felipe e Bernardo inspirados, o Vasco iniciou a partida com amplo domínio do jogo. Conseguiu até marcar o gol logo no início da partida, mas o árbitro anulou de forma errada. Felipe deu ótimo passe para Elton, que, em posição legal pelo lado esquerdo, acertou o cantinho do goleiro Anísio. Velozes e perigosos nos contra-ataques, os vascaínos chegaram perto de abrir o placar logo depois, com Éder Luis. O camisa 7 recebeu um bola primorosa de Bernardo e chutou firme. O goleiro se esticou para fazer a defesa e colocar para escanteio.

Depois de um início promissor, o Vasco não conseguiu manter o ritmo e passou a levar alguns sustos. Primeiro, Ramon cochilou na hora de dominar a bola e permitiu que Adriano Magrão finalizasse de primeira. Fernando Prass fez boa defesa. Depois, Michel passou por Dedé como quis, invadiu a área, mas chutou desequilibrado e não acertou o alvo.

Refeito dos sustos, o time, enfim, conseguiu diminuir a angústia dos torcedores. Aos 39 minutos, Bernardo tabelou com Felipe dentro da área e mandou uma bomba cruzada: 1 a 0. Antes do fim do primeiro tempo, os vascaínos que foram ao Estádio da Cidadania quase testemunharam um golaço de Romulo. O volante arrancou driblando pelo meio de campo e, da entrada da área, arriscou o chute. A bola passou raspando a trave direita do goleiro Anísio.

Vasco leva susto, mas Bernardo resolve

A segunda etapa começou com as equipes se alternando no ataque. O Madureira chegou com muito perigo em jogada de Valdir, que tabelou com Baiano e ficou em boas condições de marcar. A bola, no entanto, passou rente à trave direita de Fernando Prass. Na resposta cruz-maltina, Eder Luis recebeu um presente da defesa, de cara para o gol. O camisa 7, porém, fez um corte a mais em cima da zaga e chutou sobre a marcação. Pouco depois, aos dez minutos, o susto foi para os vascaínos. Valdir bateu cruzado, e Fagner tirou quase em cima da linha do gol afastando o perigo.

Um dos destaques do Vasco, Bernardo levantou a torcida com uma linda jogada. No meio de campo, o meia deu um balãozinho no marcador e arrancou. Perto do bico esquerdo da área, arriscou o chute, mas a bola passou à direita. O Madureira foi mais eficiente. O Tricolor suburbano se aproveitou do jogo aberto e, aos 18 minutos, empatou a partida. Rodrigo recebeu pelo lado esquerdo da área e chutou colocado no canto de Fernando Prass, que se esticou, mas não chegou na bola.

Adriano Magrão ainda teve a chance, de frente para o gol, de colocar o Madureira na frente. Fernando Prass, no entanto, salvou nos pés do atacante. Melhor para o Vasco, que tinha Bernardo. Aos 22 minutos, Felipe lançou o meia, que equilibrou o corpo e bateu colocado no canto esquerdo do goleiro adversário: 2 a 1 e alívio nas arquibancadas.

Ainda havia muita emoção reservada. Aos 37 minutos, Valdir cruzou na medida para Adriano Magrão, que venceu Fernando Prass e deixou o placar em igualdade. Quando tudo apontava que o jogo acabaria em igualdade, Bernardo aprontou mais uma das suas. Aos 42 minutos, ele aproveitou bola levantada na área por Romulo e fez seu terceiro: 3 a 2.

Ainda havia tempo para o Vasco ampliar. Aos 45 minutos, Fellipe Bastos, que havia entrado um minuto antes, recebeu bom passe de Eder Luis e chutou para a rede: 4 a 2. Êxtase na torcida vascaína, que passou a exaltar os jogadores, especialmente Bernardo.

Outros jogos

No estádio Giulitte Coutinho, em Mesquita, o Bangu derrotou o América por 3 a 1, com dois gols de Tiano e um de Somália para o Alvirrubro. Bruno Reis descontou. No Marrentão, Duque de Caxias e Volta Redonda empataram sem gols. O Nova Iguaçu passou pelo Macaé com um gol de Marcos Vinícius, no Moacyrzão.    

veja também