MENU

Bola parada vira arma do Fla: 'Os adversários vão sofrer', diz Felipe

Bola parada vira arma do Fla: 'Os adversários vão sofrer', diz Felipe

Atualizado: Sexta-feira, 21 Janeiro de 2011 as 2:06

No amistoso contra o América-MG, no último domingo, Bottinelli já deu o recado: agora, o Flamengo tem ainda mais opções nas bolas paradas (assista no vídeo ao lado). Além do argentino, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho também são exímios cobradores de falta. Os três se juntam a Renato e Leo Moura para formar um quinteto capaz de deixar qualquer goleiro nervoso na hora de uma bola parada.

O goleiro Felipe comemora estar do lado rubro-negro. Para ele, seria bastante complicado ter que encarar essa lista de cobradores em um jogo oficial.

- Renato é o que a gente chama de cama, é a bola que mais deita, que desce rápido. O Thiago dos tempos do Flu era complicado. Ele cobra mais com força. O Ronaldo pega mais com jeito Aquela falta do Bottinelli pegou todo mundo de surpresa. Os goleiros adversários vão sofrer – analisa o camisa 1 rubro-negro.

Para Felipe, a bola utilizada no Campeonato Carioca pode ser mais uma arma para os atacantes. Afinal, segundo o goleiro, ela tem propriedades que dificultam a defesa.

- Não gostei, mas já joguei com bolas piores. Para o goleiro, é ruim porque é um pouco leve. Nos chutes de fora, ela mexe mais e fica complicado. Pessoal quer ver gol e, por isso, usam bolas mais leves, mais rápidas. Cada ano que passa tentamos criar nossa tática para evitar os gols.

O Flamengo volta a campo neste sábado, contra o América. O jogo será disputado em Edson Passos, a partir das 17h (horário de Brasília).

Por: Richard Souza e Thiago Fernandes

veja também