MENU

Botafogo deixa o Flamengo de lado para enfrentar o São Raimundo em Santarém

Botafogo deixa o Flamengo de lado para enfrentar o São Raimundo em Santarém

Atualizado: Quarta-feira, 10 Fevereiro de 2010 as 12

Em todo o país, torcedores do Botafogo aguardam com expectativa o clássico contra o Flamengo, no próximo dia 17, pela semifinal da Taça Guanabara. Mas em Santarém, no Pará, o grupo alvinegro procura deixar a rivalidade momentaneamente de lado para se concentrar num confronto de muito significado. A equipe faz nesta quarta-feira, dia 10, às 22h (de Brasília), a sua estreia na Copa do Brasil de 2010 enfrentando o São Raimundo, atual campeão da Série D, no Estádio Colosso do Tapajós.

Para garantir com antecedência a classificação para a segunda fase, o Botafogo precisa vencer o time paraense por dois ou mais gols de diferença. Caso não consiga, haverá o confronto de volta, marcado para 24 de fevereiro, no Engenhão. Será a chance de o Glorioso melhorar a sua fraca participação na Copa do Brasil em relação ao ano passado, quando foi eliminado pelo Americano na segunda fase.

Tão logo foi confirmado 17 de fevereiro como a data do clássico contra o Flamengo, Joel Santana anunciou que levaria o grupo completo para enfrentar o São Raimundo. O treinador lembrou que, apesar da grande expectativa que cerca a partida contra o grande rival, o Botafogo tem a obrigação de buscar a vitória em Santarém e iniciar da melhor maneira a luta pelo título da Copa do Brasil, sem dar brecha a possíveis surpresas desagradáveis.

- Temos degraus para passar. Como vou parar e pensar no Flamengo se tenho a Copa do Brasil? O clube tem interesse na competição, que não é fácil. Já fui eliminado por equipes pelas quais achava que não seria eliminado. É um título que o Botafogo não tem, e eu também não. Gostaria de ter no meu currículo - disse.

Além do adversário, o Botafogo se preocupa com o desgaste de uma viagem de cerca de 1.400 quilômetros de distância e oito horas de duração, que se junta a uma sequência de duas partidas por semana no Campeonato Carioca. Enquanto lida com o cansaço físico, tenta buscar o máximo de informações sobre o São Raimundo, do qual espera qualidade e dificuldade.

- É difícil falar se é pior a viagem ou desconhecer o adversário. Mas sempre aparece alguém que conta algo. Não são todos lá que torcem para o São Raimundo. Alguém é contra. E sempre aparece um no hotel para dar umas dicas. Vamos preparados para encontrar um leão, não um gatinho, até para não passar vergonha - afirmou Joel.

O Botafogo vai a campo com duas alterações em relação à equipe que goleou por 5 a 2 o Resende, no último domingo, pelo Estadual. Suspensos naquela partida, o zagueiro Antônio Carlos e o atacante Herrera retornam, substituindo Wellington e Caio, respectivamente.

Pela primeira vez na disputa da Copa do Brasil, o São Raimundo chega confiante para enfrentar o Botafogo. Atual campeão da Quarta Divisão do Campeonato Brasileiro, a equipe comandada pelo técnico Flávio Barros comemora o retorno ao Colosso do Tapajós, já que somou apenas dois pontos em quatro rodadas atuando fora de casa pelo Campeonato Paraense de 2010.

A mobilização dos torcedores para a compra de ingressos cria a expectativa de um estádio lotado com 18 mil pessoas nesta quarta-feira, mesmo com o preço dos bilhetes sendo considerados caros. Eles variam de R$ 50 a R$ 20. Cidades vizinhas a Santarém se mobilizam para apoiar o São Raimundo - apesar de o clube carioca ter sido recebido - tanto no aeroporto, quanto no treino realizado na tarde de terça-feira - por uma legião de alvinegros locais.

O time da casa também vai a campo com força máxima. Flávio Barros poderá contar novamente com Marcelo Pitbull, Michell e Marabá, recuperados de lesões. O meia Flamel, recém-contratado, pode fazer sua estreia nesta quarta-feira.

Por: Gustavo Rotsten

veja também