MENU

Botafogo vence o Prudente e segue com chances de ir à Libertadores

Botafogo vence o Prudente e segue com chances de ir à Libertadores

Atualizado: Segunda-feira, 29 Novembro de 2010 as 8:27

Uma vitória que não foi tão tranquila como o esperado, mas que mantém o sonho alvinegro de conquistar uma vaga na Taça Libertadores 2011. Contra o rebaixado Grêmio Prudente, o Botafogo venceu por 3 a 1, neste domingo, no Engenhão. O zagueiro Antônio Carlos, o meia Edno e o lateral Marcelo Cordeiro, de pênalti, fizeram os gols do time carioca. Willian José descontou para os paulistas.

Com a vitória do Grêmio sobre o Guarani por 3 a 0, e o empate por 1 a 1 entre o Atlético-PR e o Ceará, o Botafogo só depende de si para para terminar na quarta posição. Se o Independiente derrotar o Goiás nas finais da Copa Sul-Americana, o quarto colocado do Brasileirão entra na Pré-Libertadores contra o Liverpool (URU). Com 59 pontos, o time carioca está um atrás do Grêmio. O Atlético-PR ficou com 57 e está fora da briga. Na última rodada, Botafogo e Grêmio se enfrentam no estádio Olímpico, em Porto Alegre. O time gaúcho joga pelo empate.

A torcida, que vinha lotando o Engenhão durante o Campeonato Brasileiro para apoiar o time carioca, compareceu em pequeno número neste domingo. Foram só 6.147 presentes. Talvez por causa da decepção da última rodada em que o Alvinegro foi derrotado em casa pelos reservas do Internacional ou com receio por causa das ações policiais para combater o crime organizado na cidade.

Domínio alvinegro

O Botafogo dominou a partida desde o início. Mas apesar de uma boa chance nos primeiros minutos com Loco Abreu, que recebeu na área e chutou para a defesa de Sidney, o time carioca não conseguia transformar a maior posse de bola em oportunidades. Pecava por ser lento na armação.

Apenas na segunda metade do primeiro tempo que o Alvinegro melhorou. Justamente quando Caio, que ganhou uma nova oportunidade neste domingo, passou a dar mais velocidade ao ataque. Lucio Flavio quase acertou o ângulo de Sidney em cobrança de falta aos 27. A bola saiu por muito pouco.

Dois minutos depois, Caio fez ótima jogada pela direita, deixou Diego no chão na área e rolou para Lucio Flavio chutar. Sidney espalmou para fora. O gol estava próximo de sair e veio na cobrança de escanteio. Mesmo marcado, Antônio Carlos subiu mais alto do que dois adversários e a bola foi no canto esquerdo do goleiro Sidney, que não alcançou. Botafogo 1 a 0. Sétimo gol do zagueiro alvinegro no Campeonato Brasileiro.

Com o terceiro pior ataque da competição, o Grêmio Prudente não ameaçava. E nem conseguia aproveitar as chances de bola parada. Foram duas faltas na entrada da área. Ótimas chances que pararam na barreira.

Quando o primeiro tempo caminhava para o fim, Edno recebeu passe na intermediária e soltou a bomba. Lindo chute de fora da área que foi no ângulo esquerdo de Sidney. Botafogo 2 a 0. E uma vitória tranquila parecia surgir no horizonte.

Queda no segundo tempo

Veio o segundo tempo e o Botafogo resolveu parar de jogar. Passou a tocar a bola sem objetividade, querendo fazer o tempo passar. Parecia ter preguiça de tentar atacar. O torcedor rapidamente se irritou, mas não acordou o time. E o que parecia ser uma vitória sem sustos, passou a se complicar quando o atacante Willian José acertou um chute forte de fora da área e surpreendeu o goleiro Jefferson. O Grêmio Prudente diminuia: 2 a 1.

E o clima de nervosismo voltou a tomar conta do Engenhão. Os torcedores logo se lembraram de outros jogos neste Campeonato Brasileiro em que o Botafogo parecia ter a vitória na mão e permitiu a recuperação do adversário. Joel Santana mostrava toda a irritação na área técnica. O treinador tentou dar mais ânimo ao time e tirou Loco Abreu e Lucio Flávio. Entraram Alex e Renato Cajá. Pouco mudou.

Enquanto isso, o placar eletrônico não mostrava os resultados dos jogos de Grêmio e Atlético-PR, adversários diretos na briga pela vaga na Libertadores. Aos 39 minutos, Edno foi vaiado por uma parte da torcida quando era substituído e se dirigia ao banco de reservas. E respondeu com algumas palavras direcionadas ao setor oeste do Engenhão.

O alívio só veio no último minuto quando Alex foi derrubado na área. Pênalti. Marcelo Cordeiro cobrou com tranquilidade, deslocando o goleiro Sidney. Botafogo 3 a 1.

Para o jogo decisivo contra o Grêmio, o Botafogo vai ter a baixa do zagueiro Márcio Rosário, que recebeu o terceiro cartão amarelo e vai precisar cumprir suspensão.

Por: Gustavo Rotstein

veja também