MENU

Brasil e Sérvia reeditam em Córdoba a final da Liga Mundial de 2009

Brasil e Sérvia reeditam em Córdoba a final da Liga Mundial de 2009

Atualizado: Quinta-feira, 22 Julho de 2010 as 2:36

Em 2009, Brasil e Sérvia entravam em quadra para disputar o título da Liga Mundial. Foram mais de duas horas de jogo, com direito a lances polêmicos da arbitragem e muitas reclamações por parte dos brasileiros. Até moedas tacadas na quadra pela torcida fizeram parte do espetáculo. Naquele 26 de julho, a seleção verde-amarela saiu vitoriosa. Aplicou 3 sets a 2 e deixou a capital Belgrado com o oitavo caneco da competição. Nesta quinta-feira, na Argentina, no ginásio Orfeo Superdomo de Córdoba, os times reeditam o duelo. Não pelo alto do pódio, mas pela vaga nas semifinais. Um triunfo, e a equipe brasileira, que venceu a Argentina na estreia , garante a sua. A partida será transmitida ao vivo, a partir das 21h (Horário de Brasília), pelo SporTV 2.

Com o técnico Bernardinho à frente, o Brasil perdeu uma única vez para a Sérvia. O revés, no ano de 2008, encerrou uma série de 15 vitórias consecutivas, acumuladas em 10 anos. Somando-se os duelos contra Iugoslávia e Sérvia e Montenegro, países que originaram a Sérvia, o Brasil já enfrentou a equipe do Leste Europeu 36 vezes: ganhou 30, e perdeu seis. Na Liga Mundial, são 17 partidas no total, com 14 vitórias brasileiras, contra três dos sérvios.

- É um time bom no bloqueio, com uma boa qualidade técnica. Além disso, tem um bom controle de bola. Acredito que eles vão entrar como franco-atiradores, o que é sempre um perigo - analisou o meio de rede Rodrigão.

Sérvia reconhece superioridade brasileira

O Brasil busca em Córdoba o nono título da competição. Deseja ultrapassar a Itália, que tem o mesmo número de troféus. Para conseguir brigar por tal façanha, vai entrar com tudo em quadra. A Sérvia, por outro lado, reconhece a superioridade do rival. Vai jogar com vontade, mas, segundo o técnico da equipe, Igor Kolakovic, sabendo da dificuldade em superar a seleção brasileira.

- Nossa equipe é jovem e vamos enfrentar o melhor time do mundo. Por isso mesmo, achamos que nosso jogo mais importante nessa fase será contra a Argentina - disse o treinador.

Nesta sexta-feira, o Brasil terá folga. No seu grupo, Sérvia e Argentina entram em quadra às 21h. Na outra chave, Cuba e Itália se enfrentam antes, às 17h30m. As semifinais serão realizadas no sábado, com a decisão marcada para domingo

veja também