MENU

Brasil escapa de favoritos e pega Índia por retorno à elite

Brasil escapa de favoritos e pega Índia por retorno à elite

Atualizado: Terça-feira, 11 Maio de 2010 as 9:47

O adversário do Brasil na briga para voltar ao Grupo Mundial da Copa Davis foi definido na manhã desta terça-feira. A equipe capitaneada por João Zwetsch escapou dos principais favoritos e enfrentará a Índia como visitante entre os dias 17 e 19 de setembro.

Fora do Grupo Mundial desde a temporada de 2003, quando ainda contava com a presença de Gustavo Kuerten, o Brasil participa do playoff pela quinta vez consecutiva. Nos últimos anos, derrotas contra Equador, Croácia, Áustria e Suécia impediram o retorno à elite.

A Índia conquistou o vice-campeonato da Copa Davis nas temporadas de 1966, 1974 e 1987, mas ainda luta para ganhar o primeiro título. Atual nono colocado no ranking mundial, o País perdeu para a Rússia por 3 a 2 em sua última exibição no torneio com Leander Paes, Mahesh Bhupathi, Rohan Bopanna e Somdev Devvarman.

Com um retrospecto de 24 vitórias e duas derrotas no torneio, os veteranos Leander Paes, 36 anos e sexto do ranking de duplas, e Mahesh Bhupati, 35 anos e sétimo do mundo, formam e melhor parceria da história da Índia na Davis. O primeiro tem 43 títulos e o segundo, 45. Ambos já lideraram a lista da ATP e ganharam três Grand Slam juntos.

Os outros dois jogadores da equipe indiana não têm o mesmo destaque. Rohan Bopanna, 30 anos, é o 490º do mundo em simples e o 59º na lista de duplas. Já Somdev Devvarman, 25 anos, aparece como 109º em simples, seu recorde pessoal, e 272º em duplas.

No último final de semana, o Brasil avançou ao vencer o Uruguai por 5 a 0 no saibro de Bauru. Thomaz Bellucci (26º em simples) jogou com Marcelo Melo (45º em duplas), Bruno Soares (28º em duplas) e Marcos Daniel (99º em simples). Em alta, Ricardo Mello (92º em simples) pode substituir Daniel, já que a Índia não escolherá o saibro.

Brasil e Índia se enfrentaram duas vezes na Copa Davis. Em dezembro de 1966, Tomas Koch e Edison Mandarino perderam por 3 a 2 em Calcutta. Em setembro de 1991, Nelson Aerts, Luiz Mattar, Jaime Oncins e Fernando Roese ganharam por 4 a 1 em São Paulo. O então jovem Leander Paes participou do último confronto, realizado no Pinheiros.

veja também