MENU

Brasil estabelece recorde de modalidades em Pequim 2008

Brasil estabelece recorde de modalidades em Pequim 2008

Atualizado: Terça-feira, 20 Maio de 2008 as 12

Brasil estabelece recorde de modalidades em Pequim 2008

 

Com a classificação da canoagem velocidade e de lutas neste fim de semana, a delegação brasileira que representará o país nos Jogos Olímpicos de Pequim alcançou a marca de 28 modalidades, superando o número recorde dos Jogos de Atenas 2004, quando o Brasil competiu em 26 modalidades. Além disso, atletas brasileiros alcançaram oito índices olímpicos no GP Rio de Atletismo, realizados no Rio de Janeiro neste final de semana. Assim, a delegação brasileira já chega a 233 atletas classificados para o maior evento esportivo do mundo, que ocorre entre os dias 8 e 24 de agosto.

Na canoagem velocidade, a inédita vaga na prova C1 500m foi obtida no domingo, dia 18, com o segundo lugar de Nivalter Santos no Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade, em Montreal, Canadá. Esta será a primeira vez na história que o Brasil terá atleta na prova de canoa dos Jogos Olímpicos. Nivalter, de 20 anos, é natural da pequena cidade de Capela, no interior de Sergipe, e pratica canoagem há apenas três anos. O atleta foi descoberto em uma feira livre em São Vicente, São Paulo, por Pedro Sena, técnico da Seleção Brasileira de Canoa e coordenador do projeto social onde Nivalter deu suas primeiras remadas.

Outra classificação histórica para o Brasil foi a de lutas. Em Pequim, o Brasil terá pela primeira vez uma mulher representando o país na modalidade. No sábado, dia 17 de maio, Rosângela Conceição qualificou-se na luta livre ao chegar à final da categoria até 72kg no Torneio Pré-olímpico da modalidade, disputado em Edmonton, Canadá. Para chegar a Pequim, Rosângela, que disputou os Jogos Olímpicos de Atlanta 96 pelo judô, venceu três adversárias, inclusive a francesa Bokhashvili Prieto, atual campeã mundial, sendo derrotada na final pela polonesa Agnieszka Wieszczek. No Rio 2007, Rosângela já havia sido a primeira lutadora brasileira na história dos Jogos Pan-americanos, competição na qual conquistou a medalha de bronze.

Já no GP Rio de Atletismo, oito atletas confirmaram índices para os Jogos Olímpicos de Pequim. Seis deles irão estrear em Jogos Olímpicos. Sandro Viana (200m), Zenaide Vieira (3000m com obstáculos), Anselmo Gomes da Silva (110m com barreiras), Fabiano Peçanha (800m), Erivaldo Vieira (salto em distância) e Rosângela Cristina (100m rasos). No salto triplo, Jadel Gregório confirmou o índice A. Maurren Maggi, que já tinha a vaga no salto em distância, fez a 2ª melhor marca da temporada e também confirmou o índice A.

Além da canoagem velocidade e de lutas, o Brasil já tem vaga garantida no atletismo, boxe, ciclismo estrada, ciclismo mountain bike, esgrima, futebol (masculino e feminino), ginástica artística, ginástica rítmica, handebol (masculino e feminino), hipismo adestramento, hipismo CCE e hipismo saltos, judô, levantamento de peso, nado sincronizado, natação, pentatlo moderno (feminino), remo, saltos ornamentais, taekwondo, tênis de mesa, tiro com arco, tiro esportivo, vela, vôlei (masculino e feminino) e vôlei de praia (masculino e feminino).

O Brasil ainda tentará a classificação no badminton, basquete, ciclismo BMX, tênis e triatlo.

 

veja também