MENU

Brasil leva sustos, mas faz 3 a 0 no Zimbábue

Brasil leva sustos, mas faz 3 a 0 no Zimbábue

Atualizado: Quarta-feira, 2 Junho de 2010 as 12:48

Jogando contra um adversário muito fraco e em um campo com condições precárias, a seleção brasileira passou fácil em seu primeiro teste antes da estreia para a Copa do Mundo. Na casa do adversário, na cidade de Harare, o time comandado por Dunga venceu o Zimbábue por 3 a 0 em amistoso preparatório para o Mundial.

Mas mesmo com os gols marcados por Michel Bastos e Robinho, no primeiro tempo, e Elano, no segundo, os brasileiros chegaram a levar sustos na etapa inicial de partida. Os zimbabuanos chegaram duas vezes com perigo. Além disso, o goleiro Julio Cesar teve de ser substituído com apenas 26min de jogo, depois de ‘travar’ as costas em uma disputa de bola dentro da área.

O Brasil já havia começado a partida com um desfalque de última hora. Depois de treinar na última semana com a equipe que considera ideal para a Copa do Mundo, o técnico Dunga preferiu poupar o zagueiro Juan, por conta da temporada desgastante do jogador, dando lugar a Thiago Silva no time titular. 

Depois de enfrentar o Zimbábue, a seleção tem apenas mais um amistoso preparatório: enfrenta a Tanzânia na próxima segunda-feira. A estreia brasileira no Mundial da África do Sul acontece no dia 15 de junho, contra a Coreia do Norte, às 15h30 (de Brasília)

O jogo O time do Zimbábue não se intimidou, conseguiu tocar melhor e ficou mais com a bola nos minutos iniciais. A primeira chegada mais incisiva ao ataque foi do time da casa. O Brasil sofria principalmente com as condições do gramado e demorou 12 minutos para alcançar a área adversária em uma jogada ofensiva.

A partir dos 15min do primeiro tempo, a seleção brasileira passou a se soltar e chegar mais à frente, principalmente com Robinho, mas falhava na hora de buscar a conclusão. Com isso, dava espaço para os zimbabuanos contra-atacarem com perigo. Aos 19min, Owidy desperdiçou grande oportunidade, chutando por cima.

O segundo susto importante que a seleção brasileira sofreu foi com substituição do goleiro Julio Cesar. O jogador da Inter de Milão levou uma pancada nas costas e deu lugar para Gomes. Assim que entrou, o arqueiro do Tottenham, da Inglaterra, já teve de trabalhar, mas viu a bola explodir em sua trave.

Sem conseguir infiltrar na defesa adversária e sofrendo com a marcação do Zimbábue, que não pensava duas vezes antes de entrar forte nos brasileiros, a seleção ia se arriscando nos chutes de fora da área e dando o contra-ataque aos rivais.

Com essa dificuldade, o Brasil abriu o placar apenas em uma bola parada. Com 42min do primeiro tempo, Michel Bastos cobrou falta forte, no ângulo, indefensável para Sibanda. Apenas dois minutos depois, a seleção brasileira finalmente acertou uma bola enfiada. Maicon fez grande lançamento para Robinho, que tocou na saída do goleiro para marcar o segundo.

O Zimbábue não conseguiu fazer um bom início de segundo tempo, como havia feito no primeiro, e logo foi envolvido pelos brasileiros. Com isso, o terceiro gol do Brasil saiu em apenas 10min de bola rolando na etapa. Após ótima triangulação entre Daniel Alves e Júlio Baptista, a bola sobrou para Elano, livre, apenas tocar para as redes.

Dominando o jogo com facilidade, o técnico Dunga começou a fazer experiências, substituindo mais da metade da equipe que havia começado como titular. O Brasil então perdeu um pouco de ritmo, mas não teve problemas em manter a posse de bola e conduzir o resultado positivo até o final da partida

veja também