MENU

Brasil vence Japão em Desafio Internacional

Brasil vence Japão em Desafio Internacional

Atualizado: Quarta-feira, 18 Junho de 2008 as 12

Brasil vence Japão em Desafio Internacional

Seleção passa por japoneses por 5 a 1. Confederação Brasileira de Judô presta homenagem aos medalhistas olímpicos do judô brasileiro

Em sua última competição antes dos Jogos Olímpicos de Pequim, a seleção masculina de judô se despediu com vitória no Desafio Internacional contra o Japão, no domingo, dia 15 de junho, em São Paulo, no Clube Atlético Paulistano. Os brasileiros venceram os japoneses por 5 a 1. O evento fez parte das comemorações pelo centenário da imigração japonesa no Brasil.

"Este Desafio foi um treinamento de luxo para os Jogos Olímpicos de Pequim. Consegui experimentar alguns golpes que vinha treinando e sei que estamos no caminho certo e em agosto é a hora de estar 100%. Ganhei muita experiência nestes quatro anos e me sinto mais forte e preparado para lutar uma olimpíada", diz Leandro Guilheiro, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004.

O treinador da seleção brasileira, Luis Shinohara, também aprovou o confronto com os japoneses.

"O Japão é sempre duro, independente de qual atleta seja. Os nossos judocas ainda estão um pouco lentos nos golpes, mas tenho certeza absoluta que daqui a 20 dias já vamos estar próximos de 100% na preparação física e técnica. Tiramos boas lições daqui, principalmente nos momentos decisivos dos combates", explica o treinador.

Daniel Hernandes (+100kg) começou vencendo Kazuhiko Takahashi por wazari. Depois, Luciano Correa (-100kg) marcou um yuko sobre Tomoki Takeya e fez dois a zero para os brasileiros. No terceiro combate, Eduardo Santos (-90kg) conquistou a única vitória por ippon do Brasil, batendo Shun Saito. Tiago Camilo (-81kg) passou por Shinya Yoshinaga por wazari e Leandro Guilheiro (-73kg) fez um yuko sobre Yasutaka Narita. Já João Derly (-66kg) empatou com Hiroshi Mihara e Charles Chibana (-60kg) perdeu para Masanori Murooka.

Antes do Desafio Internacional, a Confederação Brasileira de Judô prestou uma homenagem para os medalhistas olímpicos do judô brasileiro. Apenas Walter Carmona, bronze em 1984, não esteve presente.

"Foi um reconhecimento importante para todos nós. E foi bacana para o publico também, que pôde ver de perto tantos medalhistas juntos. Isso foi inédito para mim e fiquei muito feliz", contou Carlos Honorato, prata em Sydney 2000.

veja também