MENU

Brasileirão volta à cena com velhos conhecidos e novos protagonistas

Brasileirão volta à cena com velhos conhecidos e novos protagonistas

Atualizado: Terça-feira, 13 Julho de 2010 as 9:05

Fecham-se as cortinas para a Copa do Mundo, volta à cena o Brasileirão. Com sete jogos nesta quarta-feira e outros três na quinta, pela oitava rodada, o mais importante campeonato de futebol do país retoma seu lugar sob os holofotes, depois de 38 dias de recesso. Lado a lado na frustrada expectativa pelo hexa na África do Sul, torcedores dos 20 clubes trocam a camisa canarinho pelas cores de seus times do coração e continuam sonhando com uma festa de campeão em 2010. Mas se a luta pelo troféu é velha conhecida das torcidas, o segundo semestre será repleto de novos rostos que protagonizarão a sequência do Nacional, com as equipes se adequando aos desfalques e reforços negociados durante a pausa da competição. E ainda há mais por vir, já que a janela de transferências para atletas vindos do exterior só abre no dia 3 de agosto.Vai e vem: confira as contratações e dispensas dos clubes No reinício, ninguém viverá mudanças mais drásticas que o atual campeão, Flamengo. Além da dissolução do Império do Amor - com Adriano no Roma, da Itália, e Vagner Love de volta ao russo CSKA - o Rubro-Negro perdeu seu camisa 1 e capitão, Bruno - que foi preso por suspeita de envolvimento no assassinato de Eliza Samúdio e teve seu contrato suspenso. Outros nomes deixaram a Gávea, como o zagueiro Álvaro, dispensado, e o jovem Bruno Mezenga, emprestado ao futebol polonês. Mas nem só de despedidas vivem os cariocas, que acertaram o retorno do meia Renato Abreu e contratou o goleiro Vinícius, o zagueiro Jean, o volante Correa, o meia Marquinhos e os atacantes Val Baiano e Cristian Borja.Também no Rio de Janeiro, o Fluminense tenta confirmar o acerto com o brasileiro naturalizado português Deco e tem um ex-flamenguista como principal atração: o "Sheik" Emerson chega às Laranjeiras para suprir a ausência de André Lima - reforço para o ataque do Grêmio. No Botafogo, o retorno de Jobson aos campos, após cumprir suspensão por doping, e a volta do meia Maicosuel ao clube renovam as esperanças do campeão carioca de fazer uma boa campanha no Brasileiro. Mudanças dentro e fora das quatro linhas

As novidades para o segundo semestre, no entanto, não serão vistas apenas dentro das quatro linhas. Ao todo, sete equipes voltam aos gramados comandadas por novos treinadores. O Atlético-GO reaparece com Roberto Fernandes, o Avaí com Antônio Lopes e o Ceará com Estevam Soares. Mas o caso de maior peso é, sem dúvida, o do Palmeiras, que repatriou o técnico do penta, Luiz Felipe Scolari - cotado, inclusive, para voltar à seleção - que treinará um time reforçado pelo ídolo alviverde Kleber Gladiador. A torcida do Vasco também terá a combinação técnico conhecido e jogador com história no clube: PC Gusmão e o meia Felipe estão novamente em São Januário.

Já o antigo comandante cruzmaltino, Celso Roth, é uma das novidades do Inter - que ainda disputa a Taça Libertadores e retorna, também, com os consagrados Rafael Sóbis e Tinga, além do goleiro Renan. A dança dos técnicos chega até Belo Horizonte, onde o Cruzeiro - que tenta compensar a perda do Gladiador com a chegada do ex-palmeirense Robert e do argentino Walter Montillo, ex-Universidad de Chile - passa a ser comandado por Cuca.

Dono de um dos times mais elogiados do primeiro semeste de 2010, o Santos terá o assédio dos clubes estrangeiros como maior adversário no segundo semestre. Mas, enquanto o único Menino da Vila que teve sua saída confirmada foi o atacante André, o técnico Dorival Júnior espera reeditar, no Litoral Paulista, o sucesso da parceria dos tempos de Cortiiba. O goleador Keirrison, vinculado ao Barcelona, chega, por empréstimo ao Peixe, que se despede do goleiro Fábio Costa - ele voltará a trabalhar com Vanderlei Luxemburgo, desta vez no Atlético-MG.O Galo, inclusive, não foi tímido na hora de se reformular. Com Diego Souza como principal nome, a lista de reforços atleticanos tem, ainda, os atacantes Daniel Carvalho e Reinaldo, o meia equatoriano Edison Méndez e o zagueiro Lima. Corinthians e São Paulo com poucas novidades

Atual líder, o Corinthians, por sua vez, pode não ter uma relação extensa de novidades, mas, com a possível saída do goleiro Felipe, tratou de fechar com o paraguaio Bobadilla. No São Paulo, tem mais gente de saída que chegando. Cicinho, Léo Lima, Oscar, Henrique e André Luís não vestem mais a camisa do Tricolor, que, por ora, só terá de novo o zagueiro Samuel.

Para as próximas partidas, no entanto, os times deverão sentir mais o efeito dos desfalques que o das contratações. À espera da abertura da janela de transferências para jogadores vindos do exterior, muitas contratações não poderão ser aproveitas antes da 13ª rodada e os treinadores deverão recorrer à versatilidade dos atletas para montar suas equipes.

veja também