MENU

Brasileiros iniciam caminhada rumo aos jogos Olímpicos de inverno de 2010

Brasileiros iniciam caminhada rumo aos jogos Olímpicos de inverno de 2010

Atualizado: Segunda-feira, 1 Dezembro de 2008 as 12

Brasileiros iniciam caminhada rumo aos jogos Olímpicos de inverno de 2010

Esquiadores e snowboarders brasileiros, que neste ano mais uma vez orgulharam o país e dominaram o ranking Sul-Americano de Snowboard da Federação Internacional de Esqui (FIS), têm uma importante missão nesta virada de ano. A partir de novembro, retomam as atividades e mergulham de cabeça numa temporada de competições importantes, uma verdadeira volta ao mundo, buscando uma vaga para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, em Vancouver, no Canadá.

Além dos importantes campeonatos mundiais, etapa primordial na briga pela vaga, todas as provas que os atletas brasileiros disputarem nesta temporada de inverno no hemisfério norte já estão valendo como classificatórias para 2010.

A turma do snowboard é que terá este desafio primeiro. Isabel Clark, detentora do melhor resultado da história brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno, um nono lugar no Snowboard Cross em Turim-2006, vai representar as cores do Brasil no Mundial de Snowboard de Gangwon, na Coréia, em janeiro, ao lado de Guga Bauer e Felipe Motta. Ela também vai participar de todas as Copas do Mundo da modalidade nesta temporada, passando por Suíça, Áustria, Canadá, Estados Unidos, Espanha e Itália.

Leandro Ribela, o maior nome do Biatlhon de Inverno nacional, buscará a classificação para disputar o mundial da categoria, que acontece em Pyeong Chang, também na Coréia, em fevereiro, o mês mais importante para a delegação brasileira. Acompanhado de Hélio Freitas, Jaqueline Mourão e Mirlene Picin, Leandro ainda terá pela frente o Campeonato Mundial de Cross Country em Liberec, na República Tcheca, além de uma longa jornada na Europa: um roteiro de seis etapas da Copa IBU (International Biathlon Union) e um Mundial já confirmado, totalizando nove países e seis meses de muito treino e difíceis competições.

Quem também não fica atrás na maratona de provas é Jhonatan Longhi, o mais completo da história do esqui brasileiro, que já programou 18 competições até o final deste ano. Ele disputará, entre outras, o Mundial de Esqui Alpino, com Paulinho Setubal, Anna Breigutu e Maya Harrisson, em Val d´Isère, na França.

veja também