MENU

Bruno Fratus não se intimida com Cielo e sonha fazer história no Mundial

Bruno Fratus não se intimida com Cielo e sonha fazer história no Mundial

Atualizado: Segunda-feira, 25 Abril de 2011 as 12

Perfeccionista, obcecado pela vitória e primeiro colocado nos 50m livre na “Tentativa para o Mundial de Natação”. Não, não estamos falando de Cesar Cielo. Com o campeão olímpico apenas de espectador, Bruno Fratus foi quem brilhou no Parque Aquático Júlio Delamare no último sábado. Mas se engana quem acha que o atleta do Pinheiros se conformaria em ser vice. Apesar de reconhecer a estrada que tem pela frente, o jovem de 21 anos sonha alto. E com ele mesmo batendo na frente.

Bruno Fratus na largada dos 50m livre na 'Tentativa para o Mundial de Natação' (Foto: Satiro Sodré / CBDA)

  - Meu objetivo no Mundial será ganhar, por mais que isso soe pretensioso. Qualquer atleta de alto nível que se preze tem que ter esse pensamento. O objetivo tem sempre que ser fazer um gol na final de uma Copa. Ninguém quer ser o décimo. Nos privamos de muita coisa legal pelo esporte, então tenho que dormir e acordar pensando sempre em ser o primeiro. Mas como vai ser o meu primeiro, chegar na final já seria bem legal – ponderou.

Bruno Fratus gosta dos holofotes em Cesar Cielo (Foto: Helena Rebello / Globoesporte.com)

  Nascido em Macaé, no Rio de Janeiro, Bruno gosta de competir ao lado de Cielo. O esportista acredita ser mais fácil ter um bom desempenho nas provas quando as expectativas por recordes e medalhas caem sobre a concorrência.

- Na maioria das vezes ninguém está olhando para mim, e isso tira parte da pressão. Já estou acostumado a nadar ao lado do Cielo. Muita gente me pergunta como é, e digo que para mim é como se fosse um treino, já que nadávamos juntos no Pinheiros. Ele é um excelente atleta, uma excelente pessoa.

Já com índice para Xangai, o velocista começou a trajetória nas piscinas no pólo aquático do Vasco, aos 11 anos. Quando mudou para a natação e passou a se destacar nas competições, quis mudar de cidade para ter melhores condições de treinamento. Na época frustrado pela decisão dos pais de segura-lo em casa, hoje Bruno os agradece.

- É preciso respeitar a idade. Vejo muitos moleques de 14 e 15 anos que chegam no clube e não seguram a barra. Eu só saí de casa aos 17 anos, quando já tinha completado o ensino médio. Queria ter saído antes, mas meus pais não deixaram. Hoje vejo que foi a decisão mais sábia que eles podiam ter tomado por mim.

Concentrado para a disputa do Troféu Maria Lenk, de 2 a 8 de maio, o nadador terá mais uma oportunidade para confirmar seu índice nos 50m livre para o Mundial de Xangai, que acontece em julho. Desta vez, porém, não terá moleza. O recado foi dado pelo atual campeão olímpico e mundial após parabenizar Bruno pela marca de 22s10.

- Semana que vem eu estou na área.

Bruno Fratus confirma o índice para os 50m livre do Mundial de Xangai (Foto: Satiro Sodré / CBDA)        

veja também