MENU

Bruno Senna: 'Chamariam-me de covarde por tentar fugir do parentesco com Ayrton'

Bruno Senna: 'Chamariam-me de covarde por tentar fugir do parentesco com Ayrton'

Atualizado: Quinta-feira, 25 Março de 2010 as 12

Prestes a fazer sua segunda corrida na Fórmula 1, Bruno Senna continua atraindo a curiosidade de jornalistas por causa de seu parentesco com o tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna. Na coletiva desta quinta-feira, em Melbourne, o brasileiro, cujo nome completo é Bruno Senna Lalli, teve de explicar por que ingressou no automobilismo com o mesmo sobrenome de seu tio.

- Não fazia sentido eu começar minha carreira como Bruno Lalli porque assim que as pessoas descobrissem que sou parente do Ayrton, chamariam-me de covarde por tentar fugir do parentesco. Eu presumi que o caminho natural seria as pessoas me chamarem de Bruno Senna. Não tenho opção - respondeu.

Piloto da modesta Hispania, uma das equipes estreantes da Fórmula 1, Bruno disse ainda que não espera tratamento diferente dos demais pilotos da Fórmula 1.

- Não me vejo diferente de ninguém só porque tenho o sobrenome. Obviamente, seria ótimo começar em um carro no qual eu poderia estar brigando por vitórias, mas esta é a oportunidade que eu recebi. Obviamente, não estou aqui por causa de meu sobrenome. Tenho resultados em minha curta carreira que me qualificam a ter uma superlicença, então posso estar aqui tanto quanto qualquer um que tenha os mesmos resultados - explicou.

veja também