MENU

Bruno Senna: 'Vamos ver se a torcida brasileira leva a gente mais pra frente'

Bruno Senna: 'Vamos ver se a torcida brasileira leva a gente mais pra frente'

Atualizado: Quarta-feira, 3 Novembro de 2010 as 10:44

'A Fórmula 1 pode ser muito ingrata'. Bruno Senna ouviu atentamente as palavras de Emerson Fittipaldi no lançamento do Projeto Fittipaldi 40 anos, nesta terça-feira, em São Paulo. O bicampeão mundial usou o sobrinho de Ayrton como exemplo do piloto com talento que não tem a chance de mostrar seu potencial numa categoria com carros de níveis tão diferentes.

Em sua primeira temporada, o piloto da Hispania completou apenas sete das dezesseis provas que disputou. Em uma delas, o GP da Inglaterra, teve que ceder o cockpit para o japonês Sakon Yamamoto. Na última corrida, na Coreia do Sul, conseguiu seu melhor resultado até agora: a 14ª posição. Pouco para a cobrança de quem carrega o sobrenome de um tricampeão.

- É complicado, mas eu olho por um outro lado. É um lugar difícil de estar e se estabelecer. Pra mim é mais importante ver o que posso atingir do que simplesmente lamentar as dificuldades que tenho. Acho que aprendi e cresci muito com as dificuldades e talvez vou colher os frutos no futuro. Então, mais pra frente a gente pode olhar pra trás e comentar sobre tudo isso.

Às vésperas de seu primeiro GP do Brasil como piloto, Bruno quer tirar toda a força da torcida para superar os limites do carro:

-  Estou louco para estrear em Interlagos com um Fórmula 1. Vamos ver se dá pra gente ter uma corrida especial e superar o nosso melhor resultado do ano. Aqui no Brasil tem uma energia especial, vamos ver se a torcida leva a gente mais pra frente.

Sobre a possível mudança para a Lotus, o brasileiro disse que está em negociação com algumas equipes. Mas deixou claro que um bom resultado no Brasil pode abrir muitas portas.

- O importante é estar na Fómula 1 e conseguir passar uma boa imagem para certas pessoas. Isso vai criar oportunidades mais pra frente para seguir em frente na carreira.

Por: Breno Dines

veja também