MENU

Caio garante: 'Esse é o jogo mais importante da minha curta carreira'

Caio garante: 'Esse é o jogo mais importante da minha curta carreira'

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 1:35

Aos 20 anos, Caio ainda tem uma carreira curta, como ele mesmo a chama. A expectativa em cima do jovem atacante, no entanto, já é muito grande. De volta ao time titular a duas rodadas do fim do Brasileirão, ele lembra do início do ano, quando ajudou o Botafogo no Campeonato Carioca, e classifica o jogo contra o Grêmio como o momento esperado durante toda a temporada para mostrar seu valor no sistema ofensivo de Joel Santana.

- Esse é o jogo mais importante da minha curta carreira. Trabalhei, esperei esse momento chegar e ele apareceu. Todo mundo quer disputar um jogo como esse. Acho, ou melhor, tenho certeza de que isso era tudo o que eu esperava. Joel tem muita confiança em mim, sabe do meu potencial. Ele me dá conselhos. Espero corresponder à altura – disse o atacante.

Para trazer ainda mais motivação para a disputa da vaga na Libertadores com o Grêmio no domingo, Caio lembrou de quando começou a ser chamado de Talismã por Joel. Foi dele um dos gols do título do Botafogo na final contra o Flamengo no Carioca de 2010.

- Eu estava conversando com o Danny (Morais) sobre isso. No Carioca, fiz gols importantes em jogos decisivos. Contra o Flamengo, foi muito importante para mim também. Vínhamos de uma derrota por 6 a 0 para o Vasco.Vencemos e eu fiz o gol. Foi um desabafo. Ali, valeu o título, né? Então, acho que é especial para mim no mesmo nível desse jogo contra o Grêmio. Espero repetir o desempenho agora. Tenho mais uma chance de ajudar e entrar para a história do clube – concluiu.

Caio fala em 'volta por cima'

Antes da Copa do Mundo, Caio chegou a disputar oito jogos como titular, enquanto Loco Abreu se preparava para a Copa do Mundo com a seleção do Uruguai. No segundo semestre, porém, o rendimento do atacante caiu, e ele não foi mais escalado para ficar em campo nos 90 minutos. Agora, o jogador não quer perder a chance de corresponder à expectativa de Joel.

- É uma volta por cima. Nos últimos dois jogos, entrei como titular, participei de dois dos três gols. Infelizmente, esse é o último. Mas quero terminar o ano bem.    

veja também