MENU

Caio Jr. conta bastidores da saída do Bota e revela pedido para voltar

Caio Jr. conta bastidores da saída do Bota e revela pedido para voltar

Atualizado: Quarta-feira, 7 Dezembro de 2011 as 2:55

Caio Júnior fala sobre a saída do Botafogo

(Foto: Fábio Castro / Divulgação Agif) Caio Júnior tentou evitar ao máximo o assunto Botafogo nesta quarta-feira, no Footecon. Mas não conseguiu se esquivar de todas as perguntas dos repórteres e acabou contando os bastidores de sua saída do Botafogo , que aconteceu há pouco menos de um mês. O treinador, que já foi anunciado oficialmente pelo Grêmio , confirmou que foi procurado com a decisão da demissão já tomada e revelou que o presidente Maurício Assumpção ainda tentou voltar atrás depois.

- Foi uma decisão do departamento de futebol e minha. Os dirigentes chegaram para mim com a certeza que minha saída seria o melhor. Pediram a minha opinião, mas já com uma decisão tomada. Depois, o presidente ainda ligou para o Anderson (Barros, gerente de futebol) dizendo que bancaria minha permanência. Mas aí não dava mais, e eu saí. Achei que era o melhor para o time naquele momento. O treinador contou que alguns fatos pesaram na decisão de deixar o Botafogo após o jogo contra o América-MG, quando faltavam apenas três rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.

- O jogo seguinte era contra o Inter, um duelo decisivo pela Libertadores. E ainda tinha eleições no clube logo depois. Achei que seria o melhor para o clube. Eu não guardo mágoa nenhuma e continuo torcendo pelo time. Tenho carinho grande pelo Botafogo.

Para Caio, faltou confiança ao Botafogo para aguentar a reta final do Brasileiro sob pressão e, por isso, o time acabou caindo tanto de rendimento.

- A autoestima é importante. Tivemos uma queda técnica. Alguns jogadores foram para a Seleção e sentiram o peso disso. O problema é que nós mesmos criamos uma expectativa muito grande no torcedor e não conseguimos corresponder no final.

Caio Júnior comandou o Botafogo em cerca de oito meses, somando 47 jogos, com 21 vitórias, 12 empates e 14 derrotas. O aproveitamento do técnico é de 53,2% dos pontos conquistados. Desde que deixou o Alvinegro, em 17 de novembro, o técnico tirou férias na Europa e acertou com o Grêmio nesta semana.

veja também