MENU

Caixa pode ser intermediária e encarecer estádio do Corinthians

Caixa pode ser intermediária e encarecer estádio do Corinthians

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 12:06

A Caixa Econômica Federal foi solicitada para intermediar o financiamento para as obras de construção do Fielzão, estádio do Corinthians que aparece como opção para receber jogos da Copa do Mundo de 2014. Por um lado, a manobra permite ao clube dar as garantias financeiras para receber o empréstimo do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Por outro, porém, encarece o custo da obra. As informações são do jornal “Folha de São Paulo”.

Como o fundo criado para gerir o dinheiro para a construção do estádio não conseguiu apresentar garantias ao BNDES, a Caixa serviria como uma intermediária, recebendo o valor do BNDES e repassando ao fundo. No entanto, esse repasse geraria um aumento do custo da obra, já que a Caixa colocaria sua taxa de juros em cima da quantia recebida. O projeto, que está estimado em R$ 600 milhões, ficaria mais caro.

A Caixa ainda não confirmou se aceitará ser intermediária. Andres Sanches, presidente do Corinthians, segue com o discurso de que a Odebrecht será a responsável pelas garantias financeiras ao BNDES.

veja também