MENU

Campeã mundial do atletismo é detida sob suspeita de tráfico de substâncias dopantes

Campeã mundial do atletismo é detida sob suspeita de tráfico de substâncias dopantes

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 8:28

Nesta quinta-feira, a campeã mundial dos 3 mil metros com barreira e considerada a melhor atleta da Espanha de todos os tempos, Marta Domínguez, foi detida pela Guarda Civil Espanhola em Palencia, sob acusação de tráfico de substâncias consideradas dopantes. Após um depoimento que durou cerca de oito horas, a estrela do atletismo espanhol foi liberada.

Além de Marta, outras 13 pessoas, todas ligadas ao esporte, vêm sendo investigadas na chamada “Operação Galgo”, que teve início em abril e já vem atuando em Madri, Las Palmas, Segóvia, Alicante e Palencia.

Marta Domínguez foi detida quando se encontrava no hospital onde vem sendo submetida a exame pré-natal. Em sua casa foram apreendidos diversos materiais suspeitos, inclusive amostras de eritropoietina (EPO), um hormônio sintético utilizado para melhora de oxigenação no sangue.

Além da atleta, foram detidos nomes importantes no esporte da Espanha, como seu técnico César Pérez, o empresário José Alonso Valero e o preparador físico Manuel Pascua Piqueras.

Campeã mundial em 2009, quando levou o ouro em Berlim, Marta Domínguez Azpeleta, de 35 anos, anunciou há um mês sua gravidez. A atleta, entretanto, afirmara que voltaria às pistas para participar dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.

veja também