MENU

Campeão mundial, Zanetti pede mudanças na ginástica: 'Sou exceção'

Campeão mundial, Zanetti pede mudanças na ginástica: 'Sou exceção'

Atualizado: Domingo, 6 Outubro de 2013 as 7:14

Campeão mundial, Zanetti pede mudanças na ginástica: 'Sou exceção'Desde que tornou-se campeão olímpico, em 2012, Arthur Zanetti tornou-se o maior nome da ginástica brasileira. Com a medalha de ouro no currículo, viu sua carreira e sua vida serem impulsionados. Fechou patrocínios pessoais, viu sua estrutura de treinos melhorar, recebeu aumento nos contratos que já tinha. 

Agora campeão mundial das argolas, após o título neste sábado, o brasileiro espera que sua nova conquista impulsione, de vez, a ginástica do país como um todo. Hoje, Arthur se considera uma exceção por ter à sua disposição uma estrutura capaz de deixá-lo no topo do mundo na sua prova. 

"Eu sou uma exceção, com certeza. Pelo menos tenho ginásio para treinar, condições para me preparar bem para as competições. (O ouro olímpico) Ajudou a mudar a estrutura, o reconhecimento, mas ainda não é o ideal", afirmou o ginasta, em entrevista ao UOL Esporte.

No começo deste ano, seis meses após a medalha olímpica de Arthur, a ginástica brasileira passou por um momento conturbado. O Flamengo, uma das principais equipes da modalidade, fechou suas portas e deixou vários selecionáveis à deriva. Jade Barbosa, Diego Hypolito e Daniele Hypolito foram alguns dos que ficaram sem clube - e permanecem até agora.

"Pelo nível em que a ginástica masculina está, tem de ser melhor para todo mundo, não só para mim. Provamos que resultados nós temos", completou o campeão mundial. 

Com os dois principais títulos da modalidade conquistados, Arthur agora mira uma conquista mais modesta, mas importante para que ele cumpra um objetivo pessoal: os Jogos Pan-Americanos. A oportunidade será em Toronto, em 2015. No mesmo ano, aliás, o brasileiro tentará uma vaga para os Jogos Olímpicos do Rio, competição que ele ainda evita projetar.

"O objetivo, depois da Olimpíada e agora do Mundial, é o Pan. É uma coisa minha, objetivo pessoal. É para eu conquistar e fechar com chave de ouro. Aí vou poder dizer que conquistei o que eu queria na ginástica", disse.

O ginasta deve desembarcar no Brasil na terça-feira, mas não terá tempo para descansar. Com algumas competições para disputar até o fim do ano, Zanetti deve retomar os treinos em São Caetano na próxima semana. 

veja também