MENU

Cansada de promessas, Seleção cobra apoio ao futebol feminino

Cansada de promessas, Seleção cobra apoio ao futebol feminino

Atualizado: Quarta-feira, 13 Julho de 2011 as 12:11

Cristiane foi dura: "Não muda nada"

(Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)     Que o futebol feminino no Brasil ainda engatinha quando o assinto é estrutura, não é novidade para ninguém. Entretanto, o coro por apoio e investimento ganhou força após a eliminação no Mundial da Alemanha, no último domingo, contra os Estados Unidos.

Durante o triste desembarque da Seleção Brasileira no Rio de Janeiro, o discurso foi afinado. Todos, sem exceção, questionaram a falta de apoio à modalidade no Brasil. A atacante Cristiane, por exemplo, foi dura e cobrou mais atenção ao futebol feminino brasileiro.

Questionada se a decepção na Alemanha poderia causar uma queda no investimento na modalidade no país, Cristiane não mediu as palavras.

- Se a gente ganhasse o Mundial teria investimento? Não sei, acho que não. A gente já fez o que fez, e não muda nada. Vocês sabem quantos amistosos tivemos antes do Mundial? Só um contra o Chile, que é um time que nem foi para a Copa do Mundo. Algumas jogadoras foram para a Copa do Mundo sem clube. Foi o caso da Formiga – desabafou.

O técnico Kleiton Lima não foi tão incisivo, mas também cobrou apoio, principalmente na base.

- A CBF nos dá todo o apoio, mas precisamos de investimentos nas categorias de base. No Brasil, as garotas começam a ser preparadas para o futebol com 18, 19 anos. Precisamos trabalhá-las mais cedo par ao futebol – ponderou o treinador.

Cansada da falta de investimento, Rosana também não poupou críticas.

- Precisamos de apoio. Vivemos de promessa

Nesta quarta-feira, as seleção finalistas do Mundial serão conhecidas. Às 13h, em Monchengladbach, a França enfrenta os EUA.Na sequência, às15h45, Japão e Suécia duelam em Frankfurt.     Rosana durante o desembarque da Seleção Brasileira (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)          

veja também