MENU

Canto do Maluf, no Guarujá, brilha no Local Motion SP Contest 08

Canto do Maluf, no Guarujá, brilha no Local Motion SP Contest 08

Atualizado: Segunda-feira, 1 Dezembro de 2008 as 12

Canto do Maluf, no Guarujá, brilha no Local Motion SP Contest 08

Foi com disputas acirradas que encerrou neste domingo, dia 16 de novembro, mais uma etapa do Local Motion SP Contest 08. O Canto do Maluf, praia das Pitangueiras, Guarujá (SP), contou com ondas menores comparadas ao sábado mas com boa formação para definir o restante da equipe da Zona Oeste e fechar os classificados para o Confronto Final pela divisão de acesso. Na categoria Long SP Trials também foi conhecido o seu campeão.

O feriado da Proclamação da República foi abençoado. Ondas, sol e praia cheia completaram as atrações da competição exclusiva para surfistas da Grande São Paulo. A categoria Long SP Trials, primeira final do dia, foi decidida nos últimos segundos. Danilo Silva, campeão de sua seletiva Zona Norte, estava prestes a comemorar mais um título até Leonardo Paioli, hexacampeão da Zona Sul, encontrar uma direita.

Com 8,25, maior nota da bateria, Paioli comemorou mais um título. "Estava olhando aquela vala antes de cair. Sabia que se eu a achasse faria a nota e no último minuto, ela veio. Na primeira manobra dei um batidão e a prancha não balançou, conseguindo ir até a beira". Arquiteto de profissão, Leo celebra a evolução da categoria. "Eu fico feliz de ver os caras como João Renato, Marcelo Lima, Glebson, entre outros, evoluindo bastante. Maurício Barros quebrou na semi-final, enfim, está todo mundo chegando".

Quem também festejou na Long SP Trials foi Glebson Siqueira. Atleta de Santo André, cidade do ABC, ele era o único que poderia tirar a liderança de Alexandre Miranda, líder do ranking e campeão por antecipação da Open SP Trials. Para isto, ele tinha que ficar no mínimo na quinta posição, entretanto, Siqueira levou o título assim que se classificou para a Final da categoria.

"É com muita alegria que conquisto esse título. É o primeiro em sete anos de campeonato e venho me dedicando bastante para isso", disse o ex-judoca profissional. Na final, ele ficou em terceiro. "Bateria é aquele negócio. A sorte também ajuda muito, não basta só o surf, já que todo mundo estava surfando igual e a diferença de pontos era muito pouca entre nós. O Leo achou a onda que ninguém estava acreditando e conseguiu a virada".

Entre os longboarders da Zona Oeste, Fábio Chati levou a melhor assim que surfou a sua sexta onda. Na segunda colocação, ele passou para primeiro após marcar 5,40 pontos, deixando Marcelo Melo em segundo, seguido de Marcelo Lima e Alexandre Miranda. Sem chances de reação, já que as ondas estavam escassas na hora da bateria, Chati comemorou. "Estou super feliz. A primeira vez que peguei uma onda foi aqui no Canto do Maluf", disse o surfista de 43 anos e morador do bairro Vila Leopoldina.

Na seqüência, a categoria Master ZO, para atletas com 35 anos em diante, foi vencida somente com duas ondas surfadas. Beto Schina começou bem ao marcar 5,50 pontos em sua primeira, assumindo o topo. Alexandre Miranda e Freddy Jacob, até alternaram a liderança, deixando em Schina em quarto. Mas nos últimos minutos, ele encontrou uma esquerda bem no canto e recuperou a posição, saindo do mar como grande campeão.

"É a minha categoria, estou amarradão. Ontem toquei com a banda em Bertioga e só dormi uma hora, não descansei quase nada. Pensei que fosse estar com as pernas tremendo para as disputas, mas no fim, Deus iluminou. Achei uma ondinha bacana para virar a bateria", disse ele que optou em ficar no canto. "Sabia que ali viriam as ondas. Por isso fiquei esperando outra boa para tudo ou nada. E deu certo. Agora é comemorar", disse o baterista da banda Peixelétrico.

Na Open SP Trials, Eduardo Maia vibrou ao lado de seus familiares mais uma vitória no circuito. Campeão de sua seletiva da Zona Norte, ele virou o resultado em cima do Marcio Aparecido. "Eu não poderia estar mais feliz. A minha família inteira acompanhou o evento pela internet, a minha irmã e o meu cunhado estão presentes aqui. Graças a eles, eu pude vir para este campeonato, porque semana passada fui roubado. Vivi um momento muito triste e o campeonato serviu para me levantar e mostrar que a vida continua", desabafou.

Na categoria Open ZO, a vitória ficou com Cadu Piolho. Sem competir há dois anos, o atleta encontrou as ondas para ser o número um. "Estou voltando e tenho me dedicando bastante, treinando sempre quando posso. Consegui ganhar ao lado de atletas de peso", disse o campeão de 33 anos que assumiu a liderança desde o começo da bateria. Beto Schina ficou com a segunda colocação, seguido de Pedro Regatieri e Carlos Tizon.

Na disputa pela Melhor Onda Surf Team, válida somente para a Zona Oeste, ninguém conseguiu superar a nota de Regatieti. No sábado, ele marcou 8,25, na terceira bateria da segunda fase da Open ZO. O próximo encontro entre os surfistas da Grande São Paulo acontece nos dias 6 e 7 de dezembro, em Ubatuba. A praia será decidida na quinta-feira que antecede o Confronto Final para que o campeonato role nas melhores condições do mar.

Para Ricardo Bataneiro, marketing da Local Motion, as seletivas foram um sucesso. "Foi muito bom. Tivemos sorte de todas as etapas terem onda e aqui não foi diferente. O tempo está bom, teve um público legal e ondas. Por onde nós passamos, os locais abraçaram o campeonato que nos receberam muito bem". A primeira seletiva aconteceu em agosto, na praia de Maresias, depois foi para Ubatuba, seguido de Mongaguá e Juquehy.

Em cada etapa foi formada a equipe das regiões Norte, Leste, ABC, Sul e Oeste, respectivamente. Os oito melhores da categoria Open, mais os quatros da Longboard e Master participam do Confronto Final, que terá também a categoria Junior e Feminina. Pela divisão de acesso, estão classificados os oito melhores na Open SP Trials e os quatro na Long SP Trials, desde que não estejam pelas suas seletivas.

Os cinco vencedores da temporada passarão uma semana no Peru e toda viagem será filmada para a produção de uma matéria para TV. Os atletas melhores rankeados representarão a Grande São Paulo nos Circuitos Paulista de Surf Amador de 2009.

veja também