MENU

Carpegiani conta que livrou Ceni da proibição de gols em 99

Carpegiani conta que livrou Ceni da proibição de gols em 99

Atualizado: Quarta-feira, 19 Janeiro de 2011 as 8:48

Perto de chegar ao 100º gol na carreira, Rogério Ceni precisa de mais quatro para comemorar o feito. Mas poderia estar bem mais longe. Isso porque em 1998, quando Mário Sérgio assumiu o comando do São Paulo, quase no final do ano, proibiu o goleiro de tentar balançar as redes dos adversários. Mas a passagem de Mário Sérgio foi curta, e o camisa 1 só voltou a ser cobrador na temporada seguinte, justamente quando Paulo César Carpegiani foi contratado. Hoje ele é novamente o técnico do Tricolor, ajudou o capitão a ser artilheiro e está torcendo muito para que o recorde saia sob seu comando.

- O Rogério é bastante maduro, líder do time, um capitão com ascendência e merece tudo. Quando um jogador tem essa qualidade precisa ser incentivado. Quando cheguei aqui em 99 o Rogério estava proibido de bater faltas, e eu incentivei o retorno dele. Você não pode privar um jogador da sua característica, é preciso usar o que ele tem de bom, acho isso excelente - elogiou o treinador.

Em 1998, Rogério fez três gols com a camisa do São Paulo, todos antes da passagem de Mário Sérgio. Um destes, inclusive, é o gol contra o combinado de Santos e Flamengo, que a Fifa não considerou ao ser consultada em 2006 (saiba mais). Em 99, já com Carpegiani, foram cinco gols. Agora, em 2011, todos os jogadores do Tricolor desejam ajudar o capitão a alcançar a marca o mais rápido possível. Marlos espera sofrer mais faltas perto da área para o ídolo poder bater.

- Espero ajudar sim. O Rogério não se importa muito com marcas, mas é sempre bom ficar na história. Ele é fantástico e vamos fazer de tudo para ajudar. Sabemos que ele é um especialista em faltas e quando sai uma perto da área temos a confiança de que ele vai fazer o gol - acrescentou o meia.

Por: Carolina Elustondo

veja também