MENU

Carpegiani rebate Rivaldo e deixa próprio futuro nas mãos da diretoria

Carpegiani rebate Rivaldo e deixa próprio futuro nas mãos da diretoria

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 8:12

Após a eliminação do São Paulo da Copa do Brasil na derrota por 3 a 1 para o Avaí (assista aos gols), na Ressacada, Rivaldo mostrou muita insatisfação por não ter entrado na partida. Se disse humilhado por não ter sido escolhido por Paulo César Carpegiani e pediu respeito. O treinador, ao saber do desabafo do meia, foi duro e breve.

- O Rivaldo faz parte do elenco e é opção minha escalar ou não. Mas é em um momento como esse que vemos o caráter das pessoas - disse o comandante.

Carpegiani também precisou encarar perguntas sobre a possibilidade de ser demitido após a eliminação do time da Copa do Brasil. Deixou tudo nas mãos dos dirigentes. Ele também acrescentou que a derrota na Ressacada não foi o maior problema para a queda nas quartas de final da competição, e sim a vitória magra por 1 a 0 no Morumbi, quando o São Paulo desperdiçou muitos gols.

- O São Paulo não perdeu a classifcação aqui, perdeu em São Paulo. Eu me sinto apto a comandar a equipe, mas isso é uma questão da diretoria.

Rivaldo fala mais uma vez

Ao ouvir o comandante, Rivaldo voltou a falar com a imprensa e se defender, dizendo que ao mostrar insatisfação não desrespeitou ninguém.

- Ele está equivocado. Sou um grande jogador, fui eleito o melhor do mundo, nunca criei confusão com ninguém, agora não estou aqui só para tirar foto com torcedor. Realmente é humilhante ver o time perder em campo e não poder fazer nada. E quando falo isso, não estou querendo questionar o que ele faz. Não vejo problema em continuar trabalhando com ele. Ele expôs o pensamento dele. Não desrespeitei e não passei por cima de ninguém - reforçou o camisa 10.          

veja também