MENU

Carpegiani revela outras faltas de Alex Silva, mas nega punição ao zagueiro

Carpegiani revela outras faltas de Alex Silva, mas nega punição ao zagueiro

Atualizado: Quarta-feira, 9 Março de 2011 as 2:28

Como não poderia deixar de ser, o assunto Alex Silva, que reclamou de ter sido sacado do time titular que vai enfrentar o Ituano, tomou conta da coletiva do técnico Paulo César Carpegiani. E o treinador, apesar de deixar claro que a ausência do jogador já estava definida antes, não gostou nem um pouco da postura do atleta, que primeiro faltou ao treino de sexta sem explicar e depois usou o twitter para tentar se justificar.

 O Alex é um jogador importante, mas existem alguns pontos de vista a considerar. Existe a questão do time, que eu preciso pensar no futuro. No meio do ano, o Alex fica sem contrato, o mesmo acontecendo com o Miranda. Por isso, já estava definido que o Alex não jogaria, assim como o Miranda não vai atuar contra o Santo André. Eu preciso pensar no grupo que terei em mãos no futuro até para fazer alguma reinvindicação para a diretoria. O outro aspecto é que não foi a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que ele faltou. E tem mais: ele só não ficou a semana inteira em casa porque me ligou às duas da tarde de sábado para falar que teve um problema com o filho. Quando ele falou isso, morreu o assunto – afirmou.

Carpegiani teve uma conversa com o jogador antes do treino desta quarta. - Falei para ele que foi um fato desagradável. Eu sempre vou tratar os meus atletas como profissionais e quero o mesmo tratamento. Quando vocês [jornalistas] faltam no emprego, não precisam dar justificativa? Além do mais, ele errou ao se expressar no twitter. O profissional precisa ser consciente, não gostei do bate boca que ele teve com o Valdivia. Depois, disse que a saída dele foi porque eu resolvi manter o Xandão. Não tem nada disso. Quero responsabilidade e serenidade. Coisas internas precisam ser tratadas de maneira interna – avisou.

Assim como fez com Dagoberto, com quem teve um incidente durante o jogo contra o Linense, o treinador deixou claro que nada vai mudar com Alex Silva.

- Se eu perseguisse alguém, se quisesse tomar outra atitude, já teria tomado, afinal ele já faltou diversas vezes. Poderia ter feito com o Dagoberto, que fez algo muito pior. Eu só acho que jogador precisa ser profissional, se comportar como tal. Mas nada vai mudar. Falei para ele: até que você me prove o contrário, continuará como meu titular. Ele é meu zagueiro mais efetivo, não posso punir o time – ressaltou. Para concluir, o treinador mandou um aviso.

- Eu tenho um cuidado todo especial com o grupo, um precisa ser exemplo do outro. Sempre fui bem coerente, a minha maior preocupação são as exceções e isso eu procuro não ter no meu elenco. Eu já recusei convites de grandes equipes porque esses times possuíam jogadores com regalias. Não gosto trabalhar dessa maneira. Dentro do meu grupo, um precisa ser exemplo para o outro - lembrou o treinador.

veja também