MENU

Cartola são-paulino critica unificação dos títulos e contesta decisão da CBF

Cartola são-paulino critica unificação dos títulos e contesta decisão da CBF

Atualizado: Quarta-feira, 15 Dezembro de 2010 as 9:08

O São Paulo não viu com bons olhos a decisão da CBF de igualar a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa ao Campeonato Brasileiro. Em entrevista à Rádio Globo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, vice de futebol do Tricolor Paulista, afirmou que as conquistas do seu clube não são discutíveis e que esta decisão coloca em jogo a credibilidade da entidade máxima do futebol brasileiro.

- Em primeiro lugar, não interessa ao São Paulo ser o primeiro ou não. Temos noção do que ganhamos. Não ganhamos nada de presente de ninguém. Nossas conquistas são indiscutíveis. Essa manobra mostra a forma precária como é dirigido o futebol brasileiro. Isso tira a credibilidade do futebol e da entidade que o dirige. Cada hora tem uma novidade - disse o dirigente.

Dono de seis títulos do Brasileiro (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008), o São Paulo era considerado ao lado do Flamengo, até então, o maior vencedor da competição. O diretor são-paulino chegou falar que a decisão da CBF pode ter sido um ato da entidade contra o seu clube por não ter votado na permanência de Ricardo Teixeira à frente do comando do futebol brasileiro.

- Claro que não é coincidência. É tudo resultado de manobras, revides, formas de poder. Clubes que ousam contrariar status. Felizmente tem gente que reage, se coloca.

Leco ainda comentou sobre o fato de o São Paulo não ter recebido a Taça das Bolinhas, troféu dado ao primeiro time que conquistasse cinco brasileiros de forma alternada.

- Não sei. O São Paulo tem o direito, mas isso ainda não foi atendido. Não dá para querer entrar em um caminho de preocupação, quando as coisas são tratadas de uma forma tão diferente do jeito que a gente pensa que deveria ser.

veja também