MENU

CAS rejeita apelação, e italiano ficará mesmo sem a prata de Pequim-2008

CAS rejeita apelação, e italiano ficará mesmo sem a prata de Pequim-2008

Atualizado: Sexta-feira, 30 Julho de 2010 as 1:33

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, em inglês) anunciou nesta sexta-feira que rejeitou a apelação do ciclista italiano Davide Rebellin, flagrado em exame antidoping. Com isso, fica mantida a decisão de cassar a medalha de prata obtida por ele na prova de estrada dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008.

Revellin testou positivo para o uso de CERA, substância proibida que aumenta a produção dos glóbulos vermelhos, favorecendo atletas de resistência. O italiano realizou um exame no dia 5 de agosto de 2008, quatro dias antes de conquistar a medalha de prata. Em janeiro de 2009, o Comitê Olímpico Internacional (COI) fez a contra-prova, que confirmou o resultado.

A decisão sobre a perda da medalha saiu no dia 17 de novembro de 2009. No dia 30 daquele mês, o ciclista entrou com um recurso no CAS para tentar anular a decisão

veja também