MENU

Cavenaghi não engrena, mas Roth vê evolução nele

Cavenaghi não engrena, mas Roth vê evolução nele

Atualizado: Segunda-feira, 21 Março de 2011 as 3:51

Cavenaghi recebeu, no sábado, a primeira chance como titular do Inter. E não foi bem. O jogador mostrou força, tentou incomodar a zaga do Novo Hamburgo, mas não conseguiu ter vitória técnica no empate por 0 a 0 no Beira-Rio. Foi mais um passo em um processo de crescimento que vem sendo lento para El Torito no novo clube. Contratação mais badalada para 2011, ele ainda não engrenou.

Os treinos já mostram um Cavenaghi bem diferente daquele que chegou ao Gigante. Assustava a quantidade de gols perdidos pelo argentino em seus primeiros treinos. Isso já foi enterrado por ele. O rendimento melhorou radicalmente, e Cavenaghi mostra agora boa capacidade na cara do gol. Mesmo assim, ele segue longe de ser titular.

Roth vê evolução no Cavegol e entende que ele precisa de ritmo de jogo, a exemplo do que acontece com Rafael Sobis, que sofreu lesão muscular no início do ano. O técnico elogiou a luta dos atletas em campo.

- Eles precisam de ritmo de jogo. Eles lutaram muito. O Cavenaghi mostrou que já está melhor, mas, tecnicamente, não conseguiu dar o que pode dar. Com o Rafael, a mesma coisa. Não vale a pena eu repetir o que o Rafael já fez pelo Internacional – disse Roth.

O técnico sinalizou que a dupla pode voltar a ser aproveitada no sábado, contra o São Luiz, no Beira-Rio. Nesta quarta, diante do São José, no Passo D’Areia, o ataque voltará a ficar sob os cuidados de Leandro Damião, o titular absoluto em 2011.

- Tem uma hierarquia, né? Quem está no momento é o Leandro Damião. Isso o torcedor não entende. O Cavenaghi, e o próprio Sobis, terão a chance, quem sabe, no jogo do final de semana, que já fica perto do jogo do Jorge Wilstermann – comentou o técnico.      

veja também