MENU

Ceará aproveita as chances e vence o Bahia no Presidente Vargas

Ceará aproveita as chances e vence o Bahia no Presidente Vargas

Atualizado: Segunda-feira, 29 Agosto de 2011 as 8:24

Um Ceará frio e calculista. Foi assim que o alvinegro cearense bateu o Bahia neste domingo, no Presidente Vargas. O Ceará aproveitou as poucas chances que teve e bateu o Tricolor baiano por 3 a 0.  Com a goleada, o time cearense fez as pazes com o torcedor que estava na bronca com a eliminação do Vozão na Copa Sul-Americana, no meio da semana. O Vozão não fez uma partida brilhante, mas saiu de campo com três pontos importantes na luta para voltar à competição internacional do ano que vem. O gols, marcados por Thiago Humberto, Felipe Azevedo e Edmilson, deixam a equipe com 25 pontos em 13º. O tricolor baiano teve grande prejuízo, perdeu duas posições e, com 20 pontos, está em 16º, apenas um posto acima da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, que marca o início do segundo turno, o Ceará enfrenta o Vasco na quarta-feira, às 21h50m. Já o Bahia enfrenta o América-MG, na quinta-feira, às 20h30m, no estádio de Pituaçu.

Bahia para em Diego

A partida começou bastante movimentada, mas o Bahia, bem postado em campo, diminuía os espaços do Ceará e impedia o Vozão de chegar com perigo ao gol de Marcelo Lomba. A primeira bola de perigo foi do Bahia. Aos 13 minutos, Júnior recebeu um bom cruzamento de Marcos, mas desperdiçou uma boa oportunidade.

Thiago Humberto comemora o primeiro gol: vitória sem sustos (Foto: Kid Junior / Agência Diário)  

O Ceará só chegou aos 16 minutos. Chegou e marcou. Nicácio serviu  Boiadeiro. Com apenas um toque, o lateral deixou Thiago Humberto na cara do gol. O camisa 10 chutou no canto esquerdo de Marcelo Lomba e abriu o placar.

O Bahia não sentiu o impacto do gol e foi para cima do Vozão. Aos 21 minutos, Lulinha fez grande jogada, mas foi desarmado por Eusébio. Vagner Mancini cobrou uma melhor postura dos seus jogadores e a bronca surtiu efeito. O Ceará quase chegou ao segundo com Boiadeiro.

Diego também foi importante para o resultado. Com Júnior, aos 31, o torcedor tricolor quase tirou o grito de gol da garganta. Em lance individual, o atacante do Bahia obrigou o goleiro alvinegro a fazer uma grande defesa.

Vozão mata o jogo

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro. O Bahia manteve a posse de bola, mas sem qualidade suficiente para chegar ao gol de Diego. Ainda nos primeiros minutos, o Bahia perdeu o goleiro Marcelo Lomba, machucado. Tiago voltou a defender o gol tricolor depois de um longo período.

Aos 10 minutos, Lulinha recebeu livre dentro da grande área e chutou para fora, perdendo a grande chance do Bahia no segundo tempo. Depois disso, o Tricolor ainda parou nas defesas de Diego. Após um belo chute de Marcone, o goleiro do Ceará salvou mais uma. Mas foi aos 31 que Diego brilhou no PV. Após cruzamento de Marcos, Jones completou para o gol e o goleiro pegou. No rebote, Júnior desviou de cabeça e Diego fez milagre, salvando o Ceará.

Nos minutos finais, o Vozão cresceu em campo e matou a partida. Aso 35, Osvaldo puxou o contra-ataque e deixou Felipe Azevedo na cara do gol. O jogador só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede. Aos 36, Marcelo Nicácio mandou na trave. Aos 46, o golpe final. O pentacampeão Edmilson cobrou falta com categoria e deu números finais ao clássico nordestino da Série A.                

veja também