MENU

Ceará x Palmeiras: após eliminações, clubes tem reações diferentes

Ceará x Palmeiras: após eliminações, clubes tem reações diferentes

Atualizado: Domingo, 26 Junho de 2011 as 9:27

Mancini balança no cargo; Felipão recuperou time

(Foto: Montagem sobre foto do Globoesporte.com)

  Há menos de dois meses, Ceará e Palmeiras estavam vivos na Copa do Brasil e credenciados a brigar pelo título. No entanto, ambos sofreram traumas e foram eliminados pelo mesmo adversário, o Coritiba. Neste domingo, às 16h (de Brasília), no Presidente Vargas, Vozão e Verdão se encontram em momentos bem diferentes: os cearenses ainda procuram um caminho depois da queda no torneio nacional, enquanto os paulistas reagiram bem e estão na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro.

Depois dos 6 a 0 sofridos diante do Coritiba, pelas quartas de final, o Palmeiras não perdeu mais: em um jogo pela Copa do Brasil e outros cinco pelo Brasileirão, foram quatro vitórias e dois empates. Com 11 pontos, a equipe de Luiz Felipe Scolari cumpriu a meta pretendida para a reta inicial do campeonato nacional e já mira novos objetivos para se manter na parte de cima da tabela. Ainda não dá para buscar a ponta nesta rodada, já que o São Paulo tem 15 pontos. Mas é possível se aproximar do rival, que tem pela frente o clássico contra o Corinthians.

O Ceará está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com quatro pontos. Uma vitória tiraria parte da pressão sobre o grupo e diminuiria a especulação da possível demissão do técnico Vagner Mancini. Desde a eliminação na semifinal da Copa do Brasil, o Vozão só venceu um de cinco jogos. A Carroça Desembestada, apelido obtido na boa fase, empacou.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real a partir das 16h. A TV Globo mostra a partida para os estados de SP, PR, MS, MT, PE, SE, PI, MA (exceto Balsas), além das cidades de Florianópolis (SC) e Juazeiro do Norte (CE), enquanto o Premiere 4 transmite para todo o Brasil. A arbitragem fica por conta de Heber Roberto Lopes (Fifa-PR), auxiliado por Gilson Bento Coutinho e José Amilton Pontarolo, ambos do PR.

Ceará: para não instalar de vez uma crise em Porangabuçu, uma vitória diante do Palmeiras, além de tirar o Vovô da zona de rebaixamento, poderá pôr fim nas especulações sobre a saída do treinador Vagner Mancini.

Palmeiras: o Verdão inicia um novo minicampeonato com metas para se manter na parte de cima da tabela. Nos primeiros cinco jogos, o time conquistou os 11 pontos desejados por Felipão. Agora, o objetivo ainda não foi divulgado, mas o técnico adiantou que é parecido com o primeiro. Uma vitória em Fortaleza está inclusa nos planos.

Ceará: a boa notícia para Vagner Mancini é que ele terá à sua disposição todo o elenco. Mesmo ficando fora de todos os treinamentos na semana, o volante Michel está confirmado no time titular, que terá: Fernando Henrique, Diego Macedo, Fabrício, Diego Sacoman e Vicente; Michel, João Marcos, Eusébio e Thiago Humberto; Osvaldo e Washington.

Palmeiras: o Verdão ainda tem dúvidas em relação ao substituto de Luan: Patrik e Adriano são os candidatos. Preocupado com o estilo muito ofensivo do Ceará, Felipão pode lançar um volante a mais em campo - Chico, na vaga de Wellington Paulista. O time: Marcos, Cicinho, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Lincoln e Adriano (Patrik); Kleber e Wellington Paulista (Chico).

Ceará: ninguém. Todos os jogadores estão à disposição de Vagner Mancini.

Palmeiras: Luan, suspenso, é o novo desfalque. Gabriel Silva, recuperado de lesão na coxa, ainda não foi relacionado porque faz reforço muscular antes de voltar aos treinos com bola. Tinga, reintegrado nesta semana ao grupo, também não pôde ser relacionado. Maikon Leite, apresentado nesta sexta-feira, não foi inscrito a tempo na CBF. E Valdivia, com a seleção chilena que disputa a Copa América, fecha a lista de desfalques.

Ceará: Eusébio e João Marcos.

Palmeiras: Kleber e Patrik.

Washington, atacante do Ceará: ex-Palmeiras e agora livre para atuar contra o Verdão, o vice-artiheiro do Ceará na temporada, com dez gols, já prometeu marcar neste domingo.

Márcio Araújo, volante do Palmeiras: símbolo da equipe de Felipão, o camisa 8 completa cem jogos com a camisa alviverde neste domingo. Ele é um dos queridinhos do técnico e só ficou fora de um jogo na temporada, contra a Ponte Preta - isso porque o Palmeiras decidiu poupá-lo. Sem problemas com lesões ou suspensões, Márcio é o mais regular do elenco.

Diego Sacoman (zagueiro do Ceará) : “Vai ser um jogo muito difícil. A Série A é muito disputada, mas nós temos que fazer valer o nosso mando de campo. O apoio do torcedor é muito importante e tenho certeza que o estádio vai estar lotado no domingo. O torcedor do Ceará é apaixonado e vai sim confiar na gente”.

  Luiz Felipe Scolari (técnico do Palmeiras) : "Contra o Avaí, entendíamos que podíamos ganhar o jogo e por isso optamos pelo Wellington e o Lincoln. Contra o Ceará, é diferente. Eles foram muito bem contra o São Paulo e criaram pelo menos dez chances de gol. Foram muito ofensivos. Isso pode fazer com a gente mude e saia algum jogador de ataque. Mas de qualquer maneira, vamos com o objetivo de somar pontos, de buscar a vitória ".

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia

* Pelo Campeonato Brasileiro, o Ceará só fez três gols no Palmeiras em dez jogos. Os feitos foram em 1974, 1980 e no ano passado, em empate por 1 a 1.

* O Presidente Vargas traz boas lembranças ao Verdão. Em três jogos contra o Ceará no estádio, ainda nos anos 70, o time paulista venceu os três, fez oito gols e não sofreu nenhum.

* O Palmeiras empatou os últimos cinco jogos que disputou em Fortaleza pelo Brasileirão. Em 1978, 84, 2005 e 2006, as igualdades foram contra o Fortaleza. No ano passado, o quinto empate foi diante do Ceará.

Em 17 de outubro de 2010, Palmeiras e Ceará se enfrentaram na Arena Barueri e ficaram no empate por 1 a 1. As duas equipes já estavam no meio da tabela, e o Verdão mais preocupado com a Copa Sul-Americana. De falta, Marcos Assunção abriu o placar aos 45 do primeiro tempo. No entanto, o Vozão correu e buscou o empate com Geraldo, aos 37 da segunda etapa. Veja os melhores momentos no vídeo ao lado.          

veja também