MENU

'Chateado é pouco', diz Ronaldinho sobre ausência na última Copa

'Chateado é pouco', diz Ronaldinho sobre ausência na última Copa

Atualizado: Sexta-feira, 17 Setembro de 2010 as 8:20

Ronaldinho Gaúcho sempre foi craque, sempre teve um bom papo e continua sendo um grande personagem da bola. Mas, dessa vez, foi diferente. Falou coisas que jamais tinha dito. A equipe do Esporte Espetacular foi até Milão, na Itália, e encontrou o jogador logo depois de um treino em Milanello, o moderno centro de treinamentos do Milan. Ele chegou cantando, sorrindo, mas não era mais o mesmo. Foram 30 minutos de descontração. E desabafos. Ronaldinho ainda sente por não ter ido à Copa do Mundo da África do Sul.

O meia-atacante do Milan vinha de uma temporada muito boa pelo clube, e alimentou as esperanças de ser chamado por Dunga até o último momento. Quando perguntado sobre o que sentiu quando não ouviu o nome na lista dos convocados para a competição, foi enfático:

- Chateado é pouco pelo que eu tinha feito. Acho que eu tinha condições de fazer parte daquele grupo. Mas ao mesmo tempo tem que ter uma certa conduta e não sair criando polêmica.

Chateação que continuou durante a Copa do Mundo. Ronaldinho abriu o jogo e disse que não assistiu a nenhum jogo do Mundial. Nem mesmo do Brasil. O craque começou a frequentar a Seleção ainda em 1999, quando jogava pelo Grêmio, e desde então foi chamado para as duas Copas seguintes, em 2002 e 2006 e também para ser o capitão do time de Dunga nas Olimpíadas de Pequim.

E se engana quem imagina que o ciclo do jogador na Seleção está se encerrando. Os planos dentro do futebol incluem títulos pelo Milan, e também pelo Brasil. Ronaldinho joga pensando nas convocações de Mano Menezes.

- Quando você tá no clube tem que pensar só no clube, mas o subconsciente sabe que se você for muito bem no clube é muito difícil não estar na Seleção. E isso acaba te motivando mas ainda. Então a gente procura usar tudo o que tem pro lado bom.

  Por Paloma Fukusig São Paulo

veja também