MENU

Chefe da MotoGP lamenta morte, mas diz que 'risco é intrínseco ao esporte'

Chefe da MotoGP lamenta morte, mas diz que 'risco é intrínseco ao esporte'

Atualizado: Segunda-feira, 6 Setembro de 2010 as 9:28

O diretor executivo da Dorna, agência que gerencia a MotoGP, lamentou a morte do piloto japonês Shoya Tomizawa neste domingo, no GP de San Marino da Moto2. No entanto, Carmelo Ezpeleta destacou que o acidente não aconteceu por problemas de segurança.

- Estou muito triste pelo acidente porque era um membro da nossa família. Sabe-se que isso pode acontecer, mas não houve nenhum problema de segurança. Foi um infortúnio, porque ele caiu e dois pilotos não puderam desviar e passaram em cima dele. É um risco intrínseco a este esporte – disse Ezpeleta, visivelmente afetado, em entrevista ao jornal espanhol Marca.

O acidente deste domingo foi a 15 voltas para o fim da prova da Moto2. O japonês, que estava em quarto, perdeu o controle de sua moto. Sem espaço para desviar, o italiano Alex de Angelis e o inglês Scott Redding o atropelaram.

fonte: Globo Esporte

Postado por: Juliana Melo

veja também