MENU

Chefes de equipes e seus pilotos buscam título inédito na Stock Car

Chefes de equipes e seus pilotos buscam título inédito na Stock Car

Atualizado: Sexta-feira, 23 Setembro de 2011 as 3:12

Fatores como competitividade, estratégia e sorte são fundamentais para quem disputa a SuperFinal da Stock Car. Na fase decisiva, os pilotos contam com a habilidade de seus comandantes para alcançar os melhores resultados. E há algo que pode fazer a diferença na disputa pelo campeonato: conhecer o caminho até o título. Se apenas três dos dez pilotos que disputam a taça em 2011 já chegaram lá, entre os chefes de equipe a competição é mais parelha. São seis homens responsáveis pelos dez carros, sendo que três deles já tem ao menos um título da principal categoria do automobilismo brasileiro.

Mauro Vogel e Allam Khodair estão na SuperFinal da

Stock Car 2011 (Foto: Luca Bassani/ Divulgação) No entanto, igualar as marcas de Andreas Mattheis, Rosinei Campos e Ereneu Boettger, todos campeões da Stock, não é uma tarefa simples. Para ingressar na galeria dos campeões, Maurício Ferreira, Mauro Vogel e Maurício Matos trabalham para minimizar a vantagem dos rivais, mais bem colocados na tabela. À frente da AMG, Matos tem a missão de tirar Átila Abreu da sexta posição, enquanto seu xará, Maurício Ferreira, está em oitavo com Marcos Gomes. A situação mais difícil é a de Vogel, 10º colocado no campeonato com Allam Khodair. Para piorar, nenhum dos três marcou pontos na primeira corrida da fase de playoffs, em Santa Cruz do Sul (RS).

- Temos que ganhar corridas, não podemos pensar em algo diferente disso. É a hora de arriscar tudo, tanto do ponto de vista de estratégia quanto na pista. Terceiro ou quarto lugares não nos servem. Falo para o Allam que, se tiver chance, tem que ultrapassar. Se a chance for pequena, também tem que ultrapassar – frisa Mauro Vogel, que nos últimos anos "bateu na trave" algumas vezes com seu antigo contratado, Thiago Camilo, hoje sob a batuta de Rosinei Campos, atual campeão da categoria.

Este é o primeiro campeonato de Allam Khodair sob o comando de Vogel. Porém, mesmo brigando pelo título, ele ainda não venceu uma corrida sequer por esta equipe na Stock Car. Situação semelhante à de Marcos Gomes: desde que ingressou na equipe Full Time, há dois anos, o piloto do carro 80 não conquistou vitórias, embora tenha se classificado para a SuperFinal em ambas as oportunidades. Precisando descontar o prejuízo causado pela perda dos pontos na etapa de Santa Cruz do Sul, Maurício Ferreira conta com uma "poupança" feita por seu piloto ao longo do ano.

Marcos Gomes, à esquerda, é a esperança de título do engenheiro Mauricio Ferreira (Foto: Divulgação/ MF2)

  - Acho que nosso principal problema em 2010 foi entrar nos playoffs sem reserva de pneus novos, contra pilotos que tinham até três jogos. Agora, Marquinhos conseguiu economizar um jogo "zero" e ainda tem o da classificação de Salvador, que não foi usado na corrida porque choveu. Outra coisa que precisamos é aproveitar mais são as ótimas posições de largada. Se ele terminar as provas nas posições em que tem largado, estaremos bem – conclui o engenheiro, que também dirige a FTS, time formado pela dupla Valdeno Brito e Nonô Figuiredo, ambos fora da SuperFinal.

Se as vitórias conquistadas se reverterem em vantagem na disputa pelo título inédito, Maurício Matos pode levar a melhor. Foi com ele que Átila Abreu conquistou suas três vitórias na Stock Car, duas delas nesta temporada. Em 2011, além de triunfar em Ribeirão Preto, o sorocabano chegou a liderar o campeonato ao faturar também a etapa de Nova Santa Rita. A pista gaúcha voltará a receber a categoria neste ano, e justamente na etapa final. A próxima etapa da Stock Car será no dia 2 de outubro, em Londrina.

Veja como estão os dez classificados para a SuperFinal após a primeira das quatro etapas decisivas:

1º) Max Wilson, RC Competições – 232 pontos

2º) Cacá Bueno, RBR Mattheis – 230 pontos

3º) Ricardo Maurício, RC Competições – 226 pontos

4º) Thiago Camilo, RCM – 225 pontos

5º) Popó Bueno, A. Mattheis – 219 pontos

6º) Átila Abreu, AMG Motosport – 216 pontos

7º) Luciano Burti, Beottger – 214 pontos

8º) Marcos Gomes, Full Time – 209 pontos

9º) Daniel Serra, RBR Mattheis – 207 pontos

10º) Allam Khodair, Vogel Motorsport – 206 pontos          

veja também