MENU

Chile enfrenta o México apostando em atacante cobiçado pelo Barça

Chile enfrenta o México apostando em atacante cobiçado pelo Barça

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2011 as 11:36

Sánchez: esperança chilena (Foto: AP)

  O Chile fará sua estreia na Copa América nesta segunda-feira, contra o México, em duelo válido pelo Grupo C, com todos os olhares voltados para o atacante Alexis Sánchez, do Udinese. Perto de acertar com o Barcelona, que deverá pagar US$ 50 milhões (R$ 77,9 milhões), o chileno virou um dos jogadores mais badalados do momento e terá que comprovar a fama e as especulações em campo, defendendo "La Roja".

- É um desses jogadores tocados por uma varinha mágica, com uma estrela especial. É diferente e pode definir uma partida a qualquer momento - destacou o ex-jogador Zamorano.

O GLOBOESPORTE.COM e o Sportv transmitem ao vivo o duelo entre Chile e México a partir das 21h45m (de Brasília) .

Para o duelo contra os mexicanos, o técnico argentino Claudio Borghi deverá ter o desfalque de Valdivia, do Palmeiras. O meia ainda se recupera de lesão e tem feito um trabalho físico diferenciado na Argentina.

Borghi assumiu o comando do Chile pressionado após a saída de seu compatriota Marcelo Bielsea, que se transformou em um ídolo local por causa da ótima campanha nas Eliminatórias para a Copa de 2010. No Mundial, a equipe foi eliminada pelo Brasil nas oitavas de final.

- Parece que o futebol terminou e começou com Bielsa no Chile e isso é injusto com todos os que trabalharam na formação desses jogadores. É aconselhável fechar a Federação Chilena para ficar com as boas recordações de Bielsa - alfinetou o técnico.

Giovani venceu a Copa Ouro (Foto: Reuters)

  O México utilizará a competição para testar garotos que poderão estar na Olimpíada de 2012, em Londres. O time principal venceu recentemente a Copa Ouro e apenas um jogador que participou da campanha está na Copa América: o atacante Giovani dos Santos, de 22 anos.

Giovani tem passado por altos e baixos na carreira. Surgiu como promessa no Barcelona, foi vendido por um valor considerado baixo ao Tottenham, mas não se firmou e já foi emprestado três vezes, defendendo o Ipswich Town, o Galatasaray e o Racing Santander.

CHILE : Bravo; Contreras, Ponce e Jara; Vidal, Medel, Fernández, Beausejau e Isla; Sánchez e Suazo. Técnico: Claudio Borghi.

MÉXICO : Michel; Aguilar, Chávez, Araujo, López e Mier; Reyes, Garcia e Aquino; Giovani dos Santos e Lugo. Técnico: Luis Fernando Tena.             

veja também