MENU

Cicinho sobre a gingada de Neymar: 'Deu vontade de dar voadora nele'

Cicinho sobre a gingada de Neymar: 'Deu vontade de dar voadora nele'

Atualizado: Segunda-feira, 4 Abril de 2011 as 2:39

Cicinho travou um duelo particular com Neymar no clássico em que o Palmeiras venceu o Santos por 1 a 0, domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Apesar de algumas reclamações da estrela alvinegra, o lateral-direito do Verdão não acredita que foi violento na marcação e até brincou com o desejo de chegar mais duro em uma das jogadas de efeito do adversário.

No segundo tempo, Neymar tirou Patrik para dançar perto da linha lateral. O atacante santista aproveitou toda a habilidade que tem para gingar várias vezes na frente do rival sem sequer tocar na bola. O lance levantou a torcida, mas foi insuficiente para evitar o tropeço em casa. Cicinho garante que não seria tão bonzinho quanto o companheiro de time, que ficou apenas observando.

- Deu vontade de dar uma voadora nele, mas não pode (risos). Faz parte do futebol. É o que ele sabe fazer, é a qualidade dele – disse, em entrevista ao Globo Esporte.

Cicinho não acredita que tenha usado da violência para frear o atacante. Na saída de campo, Neymar questionou alguns lances. - Os dois são magrinhos e vão com a força máxima. Eu apoiei o braço no rosto dele. Teve uma hora que ele deu no meu pescoço, fiz um drama lá. Não tem brincadeira. Ele está reclamando, mas bateu em mim também - respondeu.

A presença de Neymar fez Cicinho abrir mão de jogar no ataque para reforçar o setor de marcação por orientação do técnico Luiz Felipe Scolari. Deu certo. O Palmeiras, dono da melhor defesa do Paulistão, freou o ataque mais positivo e segue na liderança isolada do torneio, com 38 pontos.

- Foi um jogo muito difícil. O Neymar é um jogador diferenciado. Eu, que sou um jogador de apoiar bastante, tive que me preocupar somente em marcá-lo e dificilmente tive chance de apoiar. A zaga mais uma vez foi perfeita, e o Kleber feliz para fazer o gol - comemorou.

A campanha do Palmeiras, aliás, empolga o lateral. Segundo ele, o time brigará pelo título se mantiver o mesmo empenho.

- Não é favorito. Estamos com os pés no chão. Estamos fazendo direitinho o que o Felipão vem mandando. Se continuar assim, tem grandes chances de ser campeão - finalizou.      

veja também