MENU

Cielo: "A natação salvou a lavoura do Brasil esse ano"

Cielo: "A natação salvou a lavoura do Brasil esse ano"

Atualizado: Quinta-feira, 12 Novembro de 2009 as 12

Em um ano no qual o judô e o atletismo brasileiro decepcionaram em seus respectivos Mundiais, a natação verde-amarela brilhou no Mundial de Roma, com a conquista de duas medalhas de ouro (Cesar Cielo nos 50m e 100m livre) e uma de prata (Felipe França nos 50m peito), além do bronze de Poliana Okimoto e o título dela no Circuito Mundial de maratonas aquáticas. Tratam-se de resultados que salvaram a temporada do esporte brasileiro, avalia Cielo.

''Eu falo com grande orgulho: a natação esse ano foi o esporte do Brasil, acima de todos. A gente realmente salvou a lavoura de medalhas no nosso quadro de esportes'', comentou o nadador. ''Acho que, este ano, a natação está passando a melhor imagem possível de um esportista. Não tem coisa melhor que a natação hoje no Brasil'', comemorou.

Ferrenho crítico da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) após as Olimpíadas, desta vez Cielo até elogiou os dirigentes. ''Tem que dar os parabéns para a Confederação este ano. Não existe um campeão olímpico, um campeão mundial com apenas um ano de trabalho. É um trabalho de anos, de longo prazo... em 2009, estávamos com um planejamento melhor, tanto que deu para o Felipe França e o Kaio Márcio nadarem bem... agora, temos que dar uma lapidada'', destacou Cesão.

Recentemente, o velocista paulista foi elogiado por Paul Biedermann, alemão que superou ninguém menos que Michael Phelps na final dos 200m livre do Mundial de Roma - na visão do germânico, o brasileiro pode entrar para a história como Alexander Popov.

''Para mim, é muito motivante, pois ele é um cara que conseguiu ganhar e tirar o Phelps da lista de recordes... o Biedermann já conseguiu escrever o nome dele no meio dos grandes da natação'', elogiou Cielo. ''Eu estou fazendo o máximo para conseguir ser o melhor Cesar que eu posso ser. Mas não sei se eu vou quebrar os recordes ou vou repetir as grandes vitórias do Popov'', desconversou o atleta.

Projeto Social

Antes de nadar no Campeonato Paulista, neste final de semana, Cesar Cielo esteve junto com Poliana Okimoto na comunidade de Paraisópolis para inaugurar um projeto social da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo) que contemplará os melhores nadadores dos CEUs (Centros Educacionais Unificados) paulistanos com treinamento no Pinheiros, clube do atleta.

''Esse tipo de iniciativa é o que gente precisa. Quem sabe não saia um campeão olímpico daqui mesmo? A oportunidade está aí'', destacou o campeão olímpico e mundial. ''Se eu tivesse que dar um recado, diria para as crianças aproveitarem esta oportunidade com muita disciplina e muita dedicação. Para chegar lá, custa muito, tem que investir, tem que se dedicar, além de ter o apoio da família e dos pais'', ensinou.

veja também