MENU

Cielo faz final B e vê compatriotas medalharem nos Estados Unidos

Cielo faz final B e vê compatriotas medalharem nos Estados Unidos

Atualizado: Sábado, 11 Fevereiro de 2012 as 1:31

Gazeta

Brasileiro fica fora da final A dos 100m borboleta. Já Thiago Pereira foi bronze na prova, Felipe Lima, ouro nos 100m peito

O Grand Prix de Missouri está recheado de brasileiros. Enquanto Cesar Cielo ficou fora da final A dos 100m borboleta, outros representantes do País medalharam. Felipe Lima levou o ouro nos 100m peito, Joanna Maranhão faturou a prata nos 400m medley e Thiago Pereira foi o terceiro nos 100m borboleta.

Nono colocado nas eliminatórias dos 100m borboleta, Cielo chegou em segundo na final B ao registrar 54s75. Na principal decisão, Thiago Pereira cravou 53s66 para ficar com o bronze. O norte-americano Tyler McGill foi o vencedor (52s58), seguido pelo francês Fred Bousquet (53s54). Marco Macedo, também brasileiro, completou em quarto (54s36).

Antes de participar da competição norte-americana, Thiago Pereira passou por um período treinando na localidade mexicana de La Loma ao lado da equipe do P.R.O. 16. Nos Estados Unidos, o nadador brasileiro sente os efeitos do trabalho especial realizado previamente.

"Estamos sentindo um pouco de cansaço, o que é natural depois de um treinamento pesado como tivemos na altitude. Gostei bastante dos meus tempos no borboleta, pois mesmo estando pesado vejo que a minha técnica aprimorou e consegui velocidade. Conforme vamos competindo, a tendência é ganhar ritmo e chegar mais rápido", disse.

O principal resultado do Brasil no primeiro dia de disputa do GP de Missouri foi alcançado por Felipe Lima. Único representante do país a subir no lugar mais alto do pódio, ele venceu os 100m peito com 1min00s89, à frente dos norte-americanos Eric Shanteau (1min01s11) e Mark Gangloff (1min01s45).

Para completar, Joanna Maranhão conquistou a medalha de prata nos 400m medley ao completar a prova em 4min42s49. Com índice para os Jogos Olímpicos de Londres nesta distância, a nadadora brasileira superou a canadense Alexa Komarnycky (4min41s66).


Continue lendo...

veja também