MENU

Cielo segue bem em Paris e é o mais rápido nas eliminatórias dos 50m

Cielo segue bem em Paris e é o mais rápido nas eliminatórias dos 50m

Atualizado: Domingo, 26 Junho de 2011 as 9:46

Depois de dois ouros no sábado, Cesar Cielo começou bem o domingo no Aberto de Paris. O brasileiro foi o mais rápido nas eliminatórias dos 50m livre, com 22s10, e garantiu vaga em mais uma final. Bruno Fratus também se classificou para a busca por uma medalha, com o quinto tempo (22s36). Nicholas Santos ficou fora por três centésimos, ficando em nono com 22s52.

Cesar Cielo foi o mais rápido das eliminatórias dos 50m livre, neste domingo (Foto: Satiro Sodré / AGIF)

  Quem também começou bem o dia foi Joanna Maranhão, conseguindo vaga em duas finais. Primeiro, ela foi a terceira melhor nas eliminatórias dos 200m borboleta, com o tempo de 2m14s15. Daiene Dias também se classificou nesta prova, com a oitava marca: 2m18s40. Nos 400m livre, Joanna conseguiu o sétimo tempo (4m18s25). Já Monique Ferreira foi a décima (4m22s56).

Daynara de Paula está na briga por mais um ouro

no Aberto de Paris (Foto: Satiro Sodré / AGIF)

  Ouro no sábado, Daynara de Paula disputará mais uma final neste domingo, depois de ficar com o quarto tempo (27s02) nos 50m borboleta feminino. Dandara Antonio passou com o sétimo (27s25), enquanto Daiene Dias foi apenas a 22ª (28s97). A holandesa Inge Dekker foi a mais rápida, com 26s25.

As duas, porém, ficaram fora da final dos 100m livre. Joanna Maranhão foi apenas a 27ª (58s45), e Daynara de Paula foi a 11ª (56s75). Tatiana Lemos Barbosa conseguiu a vaga, fazendo o sexto tempo: 55s51. Nos 100m costas, Fernanda Alvarenga passou na oitava posição, com o tempo de 1m03s72.

Henrique Rodrigues é mais rápido nos 200m medley

Nos 200m medley, Henrique Rodrigues também

foi o mais rápido (Foto: Satiro Sodré / AGIF)

  Outro brasileiro que se destacou na manhã deste domingo foi Henrique Rodrigues, o mais rápido nos 200m medley, com o tempo de 2m04s81. Ele foi apenas dois centésimos melhor que o alemão Jan David Schepers, e ficou sete centésimos na frente do francês Ganesh Pedurand.

Nos 100m peito masculino, Felipe França avançou para a final com o segundo tempo. Ele fez 1m01s55, contra 1m01s22 do americano Mark Gangloff. Felipe Lima também conseguiu a vaga, ficando em quinto (1m02s14). Tales Cerdeira foi o décimo (1m03s00), e Raphael Rodrigues ficou uma posição atrás (1m03s41).

Quem também ficou com o segundo melhor tempo de sua eliminatória foi Henrique Martins, nos 100m borboleta masculino, mas muito atrás do mais rápido. Enquanto o brasileiro completou a prova em 53s60, o alemão Steffen Deibler fez o tempo de 52s03. Gabriel Mangabeira foi apenas o 12º (54s45), e Leonardo de Deus foi o 17º (55s23).

Se não foi tão bem no borboleta, Leonardo de Deus se saiu melhor nos 200m costas. Ele fez o terceiro tempo, com 2m03s52, e se classificou. André Schultz, o décimo, e Lucas Salatta, o 11º, ficaram fora.

Vaga nos 200m escapa por pouco

Nos 200m livre masculino, André Schultz ficou fora das finais por apenas quatro centésimos. Com 1m51s55, ele ficou com o nono tempo, atrás do italiano Massimiliano Rosolino (1m51s51). João de Lucca foi o 12º (1m51s73), Rodrigo Castro ficou em 18º (1m52s42), e Vinicius Waked foi o 23º (1m53s46).

Gabriel Mangabeira e Henrique Martins tiveram desempenhos ruins nos 50m costas, ficando apenas com o 18º e 19º tempos, respectivamente. O Brasil também não terá representantes na final dos 50m peito feminino. Tatiane Sakemi foi a 13ª (33s11). Juliana Marin fez o 21º tempo (33s79), e Carolina Mussi o 23º (33s94).          

veja também