MENU

Cielo segue com futuro incerto, mas afirma que EUA ainda são plano 'A?

Cielo segue com futuro incerto, mas afirma que EUA ainda são plano 'A?

Atualizado: Segunda-feira, 27 Setembro de 2010 as 11:41

A prata e o bronze em suas principais provas, os 50m e 100m livre, no Pan-Pacífico fizeram Cesar Cielo questionar o trabalho que vinha sendo feito na cidade americana de Auburn e cogitar mudanças. O nadador campeão olímpico e mundial chegou a levantar a possibilidade de voltar a treinar no Brasil. Mas, neste domingo, no encerramento do Troféu José Finkel, ressaltou novamente que os Estados Unidos ainda são sua primeira opção. Ele garantiu, porém, que ainda não há nada decidido. Longe das piscinas nas próximas duas semanas, o atleta do Flamengo pretende pensar com calma sobre seu futuro.

- Não tem como eu falar que os Estados Unidos não são o meu pensamento número 1. Hoje, o meu plano A é voltar para os Estados Unidos. Foi lá que eu fui campeão olímpico e mundial. Mas estou aberto a qualquer coisa que vá me deixar feliz, que eu sinta que vá me fazer nadar rápido – afirmou Cielo.

Um mês depois do Pan-Pacífico, Cielo demonstra mais tranquilidade ao analisar seus resultados em Irvine. Para o nadador brasileiro, os treinos desta temporada foram focados mais na quantidade do que na qualidade. O que acabou prejudicando o seu rendimento. Mas ele ressaltou que foi um erro em conjunto.

- Eu tenho tido tanto sucesso... E acho que obstáculos a gente vai ter pelo caminho. Hoje, eu e os meus técnicos de Auburn estamos mais fortes por tudo o que nós passamos juntos. Eu sei que o erro que nós cometemos nessa temporada não vamos cometer de novo. Todo mundo acabou errando um pouquinho. Os resultados e a forma que nadou no Troféu José Finkel, realizado na semana passada no Rio de Janeiro, ajudaram Cielo a virar a página. O campeão olímpico e mundial garantiu dois ouros (50 e 100m livre), três pratas (50m borboleta, 4x50m e 4x100m livre) e um bronze (4x100m medley) na competição.

- Eu não saí do Pan-Pacífico chateado com os meus resultados, mas com o jeito que  nadei. Eu sabia que aquele ali não era eu. Hoje, sinto que, atrás da baliza, voltei a ter aquela atitude. Voltei a pensar na prova como pensava antes. Parecia que eu estava meio obsessivo com alguma coisa. Hoje, eu vejo que a obsessão tem que ser pela perfeição e não pela vitória.

Após uma sequência grande de competições no último mês (Pan-Pacífico, Copa do Mundo e Troféu José Finkel), Cielo só quer saber de descansar. Durante duas semanas ele espera ficar bem longe das piscinas para pensar no futuro. Só depois disso resolverá se vai participar do Mundial de Dubai, em dezembro, e onde treinará no ano que vem. A única coisa certa agora é que treinará até dezembro no Flamengo e no Júlio Delamare, no Rio de Janeiro.

- Acho que o mais importante nessas férias vai ser descansar o psicológico. O físico em dois dias já vai estar bem. Agora, é descansar o psicológico, ficar longe das piscinas. Se for nadar, só se for com o meu cachorro mesmo. E, se for ver água, só se for no banho. Tirando isso, não tem água no planejamento – brincou.

veja também