MENU

Citado em narração no tri de Senna, Mihaly Hidasy conta histórias

Citado em narração no tri de Senna, Mihaly Hidasy conta histórias

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 11:30

Esgotado, Senna comemora a primeira vitória no

Brasil, em 1991 (Foto: Getty Images)

  "Mihaly Hidasy! Ayrton, Ayrton, Ayrton Senna do Brasil!". Os fãs de Senna certamente não esquecem desta emocionante narração de Galvão Bueno na bandeirada final para a primeira vitória de Ayrton Senna no GP do Brasil, em 1991, temporada que marcou a conquista do tricampeonato da F-1, que completa 20 anos nesta quinta-feira.

Foi naquela emocionante corrida que Mihaly Hidasy, diretor de provas do GP do Brasil, viu seu nome cair na boca do povo. O "húngaro mais brasileiro do mundo" - como se auto-intitula - responsável pela bandeirada para a histórica vitória de Senna, lembra com carinho daquela data.

- Sem dúvida foi o momento mais especial da minha carreira. Até hoje a bandeirada é mostrada quando se fala da história da F-1 ou de Ayrton e meus amigos sempre me ligam quando veem o lance na TV. Tinha gente que imitava o grito quando me encontrava – conta o húngaro naturalizado brasileiro, que fez amizade com o narrador Galvão Bueno em seus 30 anos de F-1.

Na ocasião, Senna liderava a corrida com 40 segundos de vantagem sobre o italiano Riccardo Patrese, da Williams, a 11 voltas do fim. Então, sua McLaren começou a ter problemas de câmbio, colocando em risco a vitória. Com muito esforço, o brasileiro completou as últimas sete voltas apenas com a sexta marcha. E a chuva no fim da corrida deu um tom ainda mais dramático ao GP.

E foram nessas últimas voltas, que Galvão, com o "coração na boca" começou a gritar "Está chovendo! Mihaly Hidasy, acaba com isso logo", em um pedido, em vão, ao diretor de prova para que encerrasse a corrida antes do tempo. A vitória de Senna acabou vindo da mesma forma.          

veja também