MENU

Com apoio de Zico, Fla lança o projeto 'Rubro-negro para sempre'

Com apoio de Zico, Fla lança o projeto 'Rubro-negro para sempre'

Atualizado: Terça-feira, 9 Novembro de 2010 as 4:55

A diretoria do Flamengo lançou no fim da manhã desta terça-feira, no salão nobre da Gávea, o projeto "Rubro-negro para sempre", popularmente chamado de “campanha do tijolinho”. A iniciativa é o primeiro passo para o crescimento e modernização do CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, ainda com estrutura precária para atender a base e os profissionais. A campanha foi uma das prioridades de Zico enquanto o ídolo rubro-negro ocupou o cargo de diretor-executivo de futebol do Flamengo. Apesar de sua conturbada saída, no início de outubro, o Galinho gravou mensagem na véspera do lançamento e declarou seu apoio (veja o vídeo).

- Comprei 20 tijolinhos para a minha família e torço para que a campanha seja um grande sucesso. Espero que todos os rubro-negros estejam presentes nesta campanha. Tive a felicidade de ganhar o tijolinho de número 10 – afirmou, na gravação.

Os rubro-negros de todas as partes do Brasil e do mundo podem participar diretamente do processo. Eles terão de pagar R$ 250 cada para ter um dos tijolos personalizados que serão utilizados na obra. O lote inicial terá cinco mil deles. A venda ocorre de três formas: na sede do clube, no site oficial www.flamengo.com.br ou pelo telefone (21) 2125 7001. O pagamento pode ser feito em até cinco vezes no cartão de crédito. Um certificado chegará na casa do comprador três dias depois, e o torcedor será informado sobre a aplicação do tijolinho no CT.

O lançamento contou com a participação da presidente Patricia Amorim, do vice de patrimônio, Alexandre Wrobel, do vice de marketing, Henrique Brandão, do técnico Vanderlei Luxemburgo, do diretor regional da Ambev, Jean Jereissati, do gerente de marketing da Ambev Rafael Pulcinelli, ex-jogadores e atletas da nova geração, como o meia Guilherme Negueba e o atacante Diego Maurício. A Ambev, através da marca Brahma, cederá espaço na mídia para a divulgação da campanha e também será parceira em outras frentes. Um contrato de quatro anos foi assinado entre as partes e prevê ações de publicidade, criação de bares temáticos e a comercialização de produtos personalizados. A meta é ampliar a relação com os torcedores e fortalecer a marca do clube. O contrato renderá R$ 9 milhões ao Flamengo.

- É um dia especial, pois vamos conseguir materializar um sonho do Flamengo. É no CT que as nossas futuras gerações e a atual treinam e se preparam, se formam, se desenvolvem. Com isso, mantemos sempre viva a chama do Flamengo de ser um clube formador. A preocupação em especial da diretoria é conseguir tocar este grande projeto, esse grande sonho, que compartilhamos com nossos torcedores, nossos associados. A ideia do "Rubro-negro para sempre", da venda dos tijolinhos, é dar a possibilidade de o torcedor participar da construção do Flamengo para o futuro – disse a presidente, em seu pronunciamento. Ela foi a primeira a participar do projeto e terá o tijolinho número 1.

Segundo o vice de patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel, o clube não pretende custear toda a obra do CT, orçada em R$ 25 milhões, só com a venda dos tijolos. Os dirigentes buscam novas parcerias.

- Não temos a ilusão ou a intenção de custear todo o CT através da verba dos tijolos. A nossa ideia é que a torcida participe e possa ajudar de alguma forma. A venda de tijolos é uma das campanhas. Nós estamos buscando parceiros para otimizar o patrimônio do Flamengo. Acredito que teremos alguma novidade positiva nos próximos 60, 90 dias, para concluirmos o CT até o fim da nossa gestão (em dezembro de 2012) – frisou.

Ainda de acordo com Wrobel, o clube cumpriu todas as exigências da prefeitura do Rio e aguarda a licença para o início das obras, que deve sair dentro de 30 dias.

- O início aguarda apenas a liberação da prefeitura. Cumprimos todos os prazos legais e acredito que no início de janeiro estaremos colocando a primeira estaca para o início do nosso sonho. Nossa ideia é concluir em no máximo 12 meses a primeira fase, que é a fase do futebol profissional. Já estamos colocando toda a instalação provisória para que, a pedido do Vanderlei, os jogadores possam usar o CT enquanto as obras estiverem ocorrendo - concluiu.

Luxemburgo destacou que o Ninho do Urubu será referência nacional na formação de atletas.

- O CT é fundamental para um clube de futebol. O do Flamengo está começando de uma maneira interessante, com a base e os profissionais juntos. É o mesmo espaço, mas com distância, para o jogador sentir o gostinho. Volto para o Flamengo num momento histórico. O clube está de parabéns. O CT vai deixar o Flamengo em condições de brigar com qualquer clube formando seus atletas – elogiou, depois de lembrar as passagens pela Gávea em 1991 e 1995.

Por: Richard Souza

veja também