MENU

Com baixa média de gols em 2011, Tite cobra mais do setor de criação

Com baixa média de gols em 2011, Tite cobra mais do setor de criação

Atualizado: Quarta-feira, 9 Fevereiro de 2011 as 3:16

Jogar com três atacantes, sendo um deles o maior artilheiro da história das Copas do Mundo, não é sinônimo de gols. Depois de sete partidas em 2011, o Corinthians tem média de apenas um por jogo. Apesar da chegada de Liedson para resolver os problemas do setor ofensivo, o técnico Tite divide a culpa do baixo aproveitamento com o meio de campo.

- O índice é baixo. Nós precisamos melhorar e esse ajuste reflete na criação. É o primeiro estágio. Depois, vem a conclusão – reconheceu o treinador.

Dos cinco jogos disputados pelo Paulistão (tem duas rodadas de atraso), o Corinthians só anotou mais de um gol em uma mesma rodada duas vezes – Portuguesa (2 a 0) e São Bernardo (2 a 2). No principal torneio do ano, vexame. O Timão não balançou as redes em nenhum dos confrontos contra o Tolima. Como foi derrotado por 2 a 0, na Colômbia, disse adeus à competição de forma melancólica.

A situação é tão complicada que nenhum jogador anotou mais de um gol na temporada. Dos sete que marcaram, apenas dois são atacantes – Dentinho e Jorge Henrique. Os outros são os laterais Roberto Carlos e Alessandro, o volante Paulinho, além dos meias Danilo e Ramírez.

Tite, aliás, optou por reforçar o meio de campo na última rodada. O treinador abandonou a formação com três atacantes e escalou os armadores Danilo e Ramírez, com Jorge Henrique e Edno mais avançados. Para enfrentar o Ituano, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Pacaembu, a única mudança será a possível entrada de Liedson.

O atacante chega credenciado pelo sucesso que teve no clube em 2003 e pelos sete anos e meio de idolatria que construiu no Sporting-POR. Famoso pela velocidade e oportunismo na área, o jogador acredita que não precisará de muito tempo para se adaptar ao clube e já sonha com gols.

- Não vai haver problemas com a adaptação. Ganhei mais experiência e aprendi a jogar o futebol europeu, com muita força e mais marcação. Fui contratado para jogar e espero fazer muitos gols – afirmou.

A Fiel também!      

veja também