MENU

Com bela ultrapassagem por fora, australiano assegura segunda vitória na temporada

Webber desbanca Alonso no fim e vence GP da Inglaterra

Atualizado: Domingo, 8 Julho de 2012 as 11:30

Depois de roubar a cena nos treinos de sexta-feira e sábado, a chuva, enfim, deu uma trégua neste domingo para o GP da Inglaterra, nona etapa da temporada 2012 da Fórmula 1. O tempo mudou em Silverstone, e o protagonista também. O pole position Fernando Alonso fez o possível para manter sua Ferrari na ponta, mas não resistiu ao bote australiano na parte final da prova. Embalado pelos 25 mil fãs que tinham suas fotos estampadas no carro da RBR, Mark Webber arrancou uma ultrapassagem emocionante, por fora, a quatro voltas do fim e partiu para conquistar sua segunda vitória no campeonato. Com o resultado, ele chega a 116 pontos, 13 a menos que Alonso, e acirra a disputa pela liderança. Seu companheiro de RBR, Sebastian Vettel, foi um coadjuvante de destaque e completou a prova em terceiro.
Por pouco, Felipe Massa não voltou a subir ao pódio após quatro anos. O brasileiro da Ferrari chegou a figurar na terceira posição, mas acabou sendo superado por Vettel na estratégia de pit stops. Ainda assim, conseguiu seu melhor resultado na temporada. Bruno Senna, da Williams, largou em 13º e cruzou em nono, após belo duelo no fim com Nico Hulkenberg, da Force India.

A Fórmula 1 volta daqui a duas semanas, para o GP da Alemanha, de 20 a 22 de julho. A décima etapa da temporada, em Hockenheim, terá transmissão ao vivo da TV Globo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos.

Alonso defende ponta na largada

Logo na largada, Alonso mostrou que não estava para brincadeira. Do lado de fora do traçado, o pole position jogou bruscamente para a direita e se defendeu do ataque de Webber. Os brasileiros começaram bem: Massa ganhou a quarta posição de Vettel, e Bruno pulou da 13ª para a oitava colocação. Na segunda curva, Kimi Raikkonen mergulhou por dentro e partiu para cima de Vettel, quase encostou em Massa, mas não conseguiu superar o carro da RBR.
Na terceira volta, Felipe tentou atacar Michael Schumacher, sem sucesso. Após perder contato com o alemão, o brasileiro foi perseguido por Vettel, que chegou a tocar levemente o bico da RBR no pneu da Ferrari. Após pressionar Schumi por oito voltas, Massa conseguiu superar o heptacampeão na curva 3 e subiu para terceiro.
Na ponta, Alonso chegou a levar um calor de Webber nas primeiras voltas, mas depois conseguiu abrir e administrar uma vantagem de quatro segundos sobre o australiano. Enquanto isso, no meio do pelotão, em disputa de posição com Sergio Pérez, Pastor Maldonado acertou a Sauber do mexicano, que acabou abandonando. O venezuelano da Williams seguiu na prova, mas precisou ir aos boxes para trocar um pneu furado.
Na primeira rodada de pit stops, quem se deu bem foi Vettel. O alemão parou cedo, na 11ª volta, e retornou à frente de Massa e Schumacher. Lewis Hamilton retardou a primeira parada e assumiu a liderança, mas por pouco tempo. Mais rápido, Alonso partiu para cima e ultrapassou o britânico na 18ª volta. Hamilton tentou dar o troco, surpreendeu o espanhol, mas acabou levando um "xis" e perdeu a posição outra vez.
Lewis parou nos boxes na 22ª volta e retornou em oitavo, no meio da dupla da Lotus: atrás de Raikkonen e à frente de Grosjean. O francês fazia prova de recuperação após precisar trocar o bico no início e cair para o fim do pelotão.

Kobayashi faz strike em pit stop

Último a fazer a primeira parada no pelotão da frente, Hamilton abriu a segunda série de pit stops, após sete voltas com pneus macios. Alonso buscou se manter o máximo na pista, foi o último a parar retornou na ponta, seguido por Webber, Vettel, Massa, Raikkonen e Grosjean. A rodada de pits foi marcada por uma barbeiragem de Kamui Kobayashi. O japonês perdeu o controle da Sauber ao parar e derrubou quatro mecânicos. Um deles teve ferimentos leves na perna e foi atendido no circuito.

Com pneus duros, Webber começou a tirar a diferença de quase 5s segundos para Alonso, que preferiu deixar os compostos macios para o último trecho da corrida e pagou caro pelo desgaste. Tirando de meio a um segundo por volta, o australiano se aproximou de vez a cinco passagens do fim. Com uma bela manobra, Webber ultrapassou o espanhol por fora na 48ª das 52 voltas e seguiu para receber a bandeirada em primeiro, três segundos à frente do rival.


Confira a classificação final do GP da Inglaterra:
1- Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) - 52 voltas em 1h25m11s288
2- Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 3s060
3 - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) - a 4s836
4 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 9s519
5 - Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) - a 10s314
6 - Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) - a 17s101
7 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - a 29s153
8 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - a 36s400
9 - Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) - a 43s300
10 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - a 44s400
11 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - a 45s300
12 - Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) - a 47s800
13 - Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) - a 51s200
14 - Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) - a 53s300
15 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 57s300
16 - Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – a uma volta
17 - Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) - a uma volta
18 - Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) - a uma volta
19 - Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) - a uma volta
20 - Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) - a duas voltas
21 - Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth)- a duas voltas


Não completaram:
22 - Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – na volta 14
23 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – na volta 3
24 - Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – na volta 1

veja também