MENU

Com dores no joelho, Dagoberto confirma que não tinha como atuar

Com dores no joelho, Dagoberto confirma que não tinha como atuar

Atualizado: Segunda-feira, 7 Fevereiro de 2011 as 9:36

A surpresa na escalação do São Paulo para a partida contra o Botafogo foi a ausência do atacante Dagoberto que, após treinar normalmente na manhã do último sábado, no CT da Barra Funda, foi vetado pelo departamento médico com dores no joelho direito. E, antes que alguém pudesse fazer uma relação entre essa contusão e a confusão ocorrida entre o atleta e o técnico Paulo César Carpegiani, na última quinta-feira, no jogo contra o Linense, o próprio camisa 25 fez questão de falar sobre o assunto.

- Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Aquilo já foi resolvido. Não sou moleque, não sou mais criança. Estou com dor no joelho mesmo. Foi uma decisão acertada do médico (José Sanchez), do Paulo e minha. É melhor ficar um jogo fora que, daqui alguns meses, ficar fora de vários. Treinei na sexta-feira normal. Ontem (sábado) também, mas depois senti uma dor que nunca tinha sentido. Fiz tratamento e decidimos poupar – afirmou o atacante, em entrevista concedida à rádio Eldorado/ESPN Brasil.

O técnico Paulo César Carpegiani, questionado sobre o assunto, lamentou a ausência do atacante, principalmente porque não teve tempo para testar o time com a presença de Fernandão.

- Eu tenho de acreditar que o Dagoberto não jogou por causa das dores. Fui informado ao meio-dia deste domingo que ele estava com problema no joelho e pedi ao médico que fosse investigar. Ele conversou com o jogador, fez alguns exercícios e me disse que seria um risco utilizá-lo. Fui pego de surpresa, tanto que o nome do Dagoberto estava no vídeo que passaria aos jogadores. Não tem que esconder nada aqui no São Paulo. Se eu não quisesse que ele jogasse, ele não teria treinado sexta e sábado – afirmou.

Nesta segunda-feira, o elenco do Tricolor está de folga, mas Dagoberto irá ao CT da Barra Funda para ser reavaliado pelo departamento médico da equipe do Morumbi. Existe até a possibilidade de o atleta ser submetido a um exame de imagem para saber se existe alguma lesão no local.

veja também