MENU

Com gol contra aos 47, Chile bate Peru e pode pegar Brasil nas quartas

Com gol contra aos 47, Chile bate Peru e pode pegar Brasil nas quartas

Atualizado: Quarta-feira, 13 Julho de 2011 as 12:20

Com um gol contra  de André Carrillo aos 47 minutos do segundo tempo, o Chile venceu o Peru por 1 a 0 nesta terça-feira, em Mendoza, e garantiu a primeira colocação do Grupo C da Copa América . Nas quartas, a seleção treinada por Claudio Borghi escapou da Argentina e vai pegar o segundo colocado do Grupo B, que no momento é o Brasil.

O rival dos anfitriões será o Uruguai, que bateu o México por 1 a 0 em La Plata e ficou na segunda posição com cinco pontos, dois a menos que o líder Chile. Com quatro, o Peru garantiu uma das vagas para os dois melhores terceiros colocados e espera a conclusão do Grupo A para conhecer seu rival.

Os técnicos Claudio Borghi, do Chile, e Sergio Marakarián, do Peru, pouparam suas principais estrelas. O meia palmeirense Jorge Valdivia e o atacante Alexis Sánchez, destaque do Udinese que está na mira do Barcelona, começaram no banco e só entraram no segundo tempo. O meia Gonzalo Fierro, do Flamengo, foi titular e saiu para a entrada de Sánchez. No Peru, Paolo Guerrero e Juan Vargas não foram usados.

No primeiro tempo, a melhor chance do Chile aconteceu aos 13 minutos: Suazo deu um belo toque pela esquerda para Beausejour, que cruzou rasteiro e a bola passou pelo goleiro Libman, mas Paredes chegou atrasado e perdeu a oportunidade com o gol aberto.

Aos 38, jogada parecida para o Peru: após cobrança de falta de Guevara, Carmona cruzou para dentro da área e Ballón furou quase em cima da linha. Na etapa final, as duas seleções tiveram jogadores expulsos aos 15 minutos, quando Giancarlo Carmona e Beausejour trocaram empurrões e receberam o cartão vermelho do árbitro brasileiro Sálvio Fagundes Filho.

A partida esquentou nos minutos finais. Aos 47, o Chile cobrou escanteio e Carrillo colocou para dentro, marcando contra. Pouco depois, Revoredo quase empatou de bicicleta para o Peru, mas o goleiro Miguel Pinto defendeu e salvou os chilenos.

O árbitro brasileiro Sálvio Fagundes Filho expulsou dois jogadores na partida em Mendoza (Foto: AP)            

veja também