MENU

Com Maracanã vazio, Flamengo vence Madureira

Com Maracanã vazio, Flamengo vence Madureira

Atualizado: Quinta-feira, 4 Março de 2010 as 12

O Flamengo venceu. Mas não escapou das vaias dos 2.190 rubro-negros que foram ao Maracanã e da convicção de que o time, assim como afirmara Andrade na véspera, não consegue se mobilizar para as partidas contra os clubes pequenos no Campeonato Carioca. Mesmo assim, o triunfo por 2 a 0 sobre o Madureira mantém a equipe com 100% de aproveitamento na Taça Rio.

Só que o jogo da noite desta quarta-feira foi ruim, muito ruim. Até o primeiro gol, de Fernando, saiu após uma jogada "feia", com falha do goleiro. O artilheiro Vagner Love parecia contagiado pela noite infeliz. Só que marcou aos 43 do segundo tempo e isolou-se na artilharia do torneio, com nove gols. Dodô tem oito.

O time do técnico Andrade pula para a liderança do Grupo A, com seis pontos. O Madureira, estreando uniforme à la Boca Juniors, segue sem pontos no Grupo B.

Na próxima rodada, o Rubro-Negro terá a volta de Adriano na partida contra o Resende, sábado, no estádio da Cidadania. No mesmo dia, o Tricolor suburbano recebe o Volta Redonda, em Conselheiro Galvão.

Em ritmo lento, Fla abre o placar sem grande esforço

Dodô jogou mais cedo, fez um gol na vitória do Vasco sobre o Bangu (2 a 0) e igualou-se a Vagner Love na artilharia do Carioca, com oito gols. Acossado pelo vascaíno, o atacante rubro-negro criou a primeira chance aos três minutos. Ele recebeu na entrada da área, girou e bateu à esquerda da baliza.

O jogo seguiu em ritmo morno, com o Flamengo dominando e o Madureira cometendo erros tolos na saída de bola. Em falta lateral cobrada por Juan, o goleiro Jefferson saiu mal e Fernando, na segunda trave, abriu o placar, aos 14. Willians quase ampliou em belo chute por cobertura, aos 18, mas errou o alvo por pouco.

Assista aos melhores momentos da partida:

O time suburbano jogou com um uniforme inspirado no Boca Juniors, mas o futebol apresentado nem de longe lembrava a tradição argentina. A primeira ameaça só aconteceu aos 34, em cabeçada de Edinho. E parou por aí.

O marasmo da partida só foi interrompido por reclamações dos (poucos) torcedores por causa dos (muitos) passes errados do Flamengo.

Gols perdidos, vaias e desencanto de Love no fim

No início do segundo tempo, o Madureira esteve perto do empate aos nove minutos. Bruno entrou na área e bateu à esquerda do gol. Juan respondeu com um cruzamento que quase surpreendeu Jefferson. O goleiro colocou a escanteio.

Aos 17 minutos, Vinícius Pacheco cruzou da ponta esquerda e por pouco Vagner Love não alcançou. Sob vaias a todo o time, o Artilheiro do Amor recebeu passe de Vinícius Pacheco, aos 33, entrou cara a cara com Jefferson, mas chutou em cima do goleiro. Vinícius pedia a devolução do passe, mas estava impedido.

Quando o placar parecia decidido, Vagner Love, que estava mal, recebeu lançamento de Ramon e chutou alto, de curva, aos 43 minutos, salvando a noite.

veja também