MENU

Com Milton Cruz, São Paulo tenta dar basta na crise diante do Libertad

Com Milton Cruz, São Paulo tenta dar basta na crise diante do Libertad

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 10:53

Milton Cruz fará alterações na equipe em busca da

vitória após seis jogos (Foto: João Neto / VIPCOMM)

  A reação já passou da hora. Seis jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro, saída do grupo que garante vaga na Taça Libertadores da América de 2012 e demissão do técnico Adilson Batista. Em crise, o São Paulo muda o foco e tenta iniciar na noite desta quarta-feira uma reação capaz de ainda fazê-lo brigar por títulos na atual temporada. A equipe esquece o nacional e, pela Copa Sul-Americana, voltará a atuar no estádio do Morumbi, desta vez contra o Libertad (PAR), em partida marcada para às 21h50m.

O duelo, válido pela fase de oitavas de final, colocará frente a frente dois times que lutam pela reabilitação. Se o Tricolor paulista quer dar um fim ao péssimo momento, os paraguaios perderam a liderança do torneio Clausura do Campeonato Paraguaio na última rodada. Vale lembrar que a partida de volta será disputada na próxima quarta-feira, dia 26, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR). O vencedor desta série terá a LDU (ECU) pela frente nas quartas de final. Os equatorianos, em disputa eliminatória, levaram a melhor sobre o Independiente (ARG).   A partida será apitada pelo uruguaio Jorge Larrionda, que será auxiliado pelos compatriotas Mauricio Espinosa e Carlos Pastoriza.  A TV Globo exibe a partida para os estados de estados de SP, SC e as cidades paranaenses de Ponta Grossa (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Paranavaí (PR) e Guarapuava (PR). O GLOBOESPORTE.COM, em Tempo Real e com vídeos exclusivos, acompanha todas as emoções do confronto, a partir das 21h30m.

São Paulo: a derrota para o Atlético-GO por 3 a 0, no último domingo, em Goiânia, foi a sexta partida sem vitória do Tricolor. Adilson Batista saiu, Milton Cruz assumiu e, logo em seu primeiro jogo, ele fará alterações. O time só será anunciado momentos antes da partida, mas a tendência é que atletas como Jean e Marlos, que não vinham tendo chances, podem retornar ao time. Casemiro ainda ficará como opção no banco de reservas. A equipe deverá atuar com: Rogério Ceni; Piris (Jean), João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Cícero (Marlos) e Lucas; Dagoberto e Luis Fabiano

Libertad:   o time comandado por Jorge Burruchaga vem de derrota no torneio Clausura do Campeonato Paraguaio. No último sábado, a equipe perdeu por 2 a 1 para o Nacional e deixou escapar a liderança da competição. Em busca da reabilitação, o treinador mandará o seguinte time a campo: Vargas; Bonet, Sarabia, Canuto e Samudio; Ayala, Caceres, Aquino e Civelli; Nuñez e Menendez.

São Paulo: Cañete (recuperado de lesão muscular, mas ainda não está 100% fisicamente), Bruno Uvini (fratura na fíbula da perna direita), além de Henrique Miranda e Henrique (ambos na Seleção Brasileira que disputará o Pan-Americano do México)

Libertad: todos os 25 atletas inscritos no torneio estão à disposição da comissão técnica.

São Paulo: incomodado com o jejum de quatro jogos, Luis Fabiano espera finalmente balançar as redes adversárias. Na derrota para o Atlético-GO, no último domingo, por 3 a 0, o Fabuloso teve duas chances. Na primeira, ele acertou a trave esquerda do goleiro Márcio e na segunda, após passe açucarado de Dagoberto, bateu à esquerda do gol adversário

Libertad: argentino naturalizado paraguaio, o meia Aquino é a grande esperança do Libertad no confronto contra o Tricolor. Com 1,74m e 73kg, ele organiza todas as jogadas ofensivas de sua equipe.

Milton Cruz, técnico interino do São Paulo: " É difícil porque quando você assume é porque o time não está em uma situação legal. Mas tenho esperança de que possamos fazer um grande jogo para voltar a vencer e deixar o nosso torcedor esperançoso. Fico chateado com a saída do Adilson, mas tenho que fazer o melhor para recolocar o trem no trilho"

Jorge Burruchaga, técnico do Libertad: "Quando há uma mudança no comando técnico, tudo se renova. Apesar de Milton Cruz ter convivido com o antigo treinador, muda a disposição. Isso não nos interessa, temos de entrar em campo e fazer uma grande partida e, se possível, abrir vantagem para a próxima partida, quando serão disputados os 90 minutos finais."

* Em toda a história, São Paulo e Libertad se enfrentaram cinco vezes, todas em jogos amistosos. Cada time ganhou duas vezes e houve um empate. O Tricolor ganhou em 1938, no Parque Antártica, e 1946, no Pacaembu, ambos por 3 x 2. O Libertad venceu em 1942 (2 x 1) e em 1945 (5 x 4), ambos os jogos realizados no estádio Paulo Machado de Carvalho. A igualdade foi registrada em 1945, por 1 x 1, em Assunção.

* O São Paulo costuma se dar bem contra equipes estrangeiras no estádio do Morumbi. Nas últimas 37 partidas disputadas no Cícero Pompeu de Toledo, o Tricolor venceu 29 vezes, empatou seis vezes e perdeu em apenas duas oportunidades.

* O Libertad participa pela oitava vez da Copa Sul-Americana. A equipe disputou as edições de 2002, 2003, 2004, 2006, 2007, 2008 e 2009 e teve sua melhor campanha em 2003, quando foi eliminada nas quartas de final pelo River Plate (ARG).            

veja também