MENU

Com novo técnico, Portuguesa tenta manter bom retrospecto no Canindé

Com novo técnico, Portuguesa tenta manter bom retrospecto no Canindé

Atualizado: Quarta-feira, 23 Fevereiro de 2011 as 9:03

Não vai ser qualquer vitória na partida desta quarta-feira, às 21h, no estádio do Canindé, que garantirá a sobrevida da Portuguesa na Copa do Brasil. Depois de perder a partida de ida na primeira fase da competição, o time tem de vencer o Bangu por mais de dois gols de diferença ou pelo placar de 2 a 0. Para alcançar tal resultado, a Lusa se apoia na estréia do técnico Jorginho e em seu retrospecto jogando em casa pela Copa do Brasil.

O novo comandante chegou ao Rubro-verde na última segunda-feira e já chefiou o treinamento do dia. Ele sabe que não tem muito tempo a fim de acertar a equipe para o confronto desta quarta-feira, mas acredita ser possível avançar no campeonato.

- Não temos muito tempo até o jogo, então o jeito é aproveitar ao máximo esses dois treinamentos. Vamos encarar uma situação complicada, mas totalmente reversível.

O treinador deve contar com o atacante Dodô, que sofreu uma pequena fratura no cotovelo direito no início do Paulistão e já treinava com a equipe. Outra arma da Portuguesa será o fato de jogar em seus domínios. O time só perdeu uma partida no Canindé pela Copa do Brasil e conquistou a classificação em dez das 15 oportunidades em que jogou a segunda partida do mata-mata em casa.

- Queremos manter esse bom retrospecto. Sabemos que será um jogo difícil, mas temos que buscar a vaga - afirmou o meia Henrique.

Já o Bangu, apesar da vantagem construída na primeira partida do confronto, não pensa apenas em se defender. Em sua terceira participação na competição, o time busca a inédita classificação para a segunda fase.

- Temos uma vantagem, mas não podemos entrar em campo pensando apenas em se defender. Se marcarmos um gol, eles terão de marcar quatro. Sabemos da importância desse jogo para os nossos torcedores, que há muito tempo não tem uma alegria e vamos com tudo buscar a classificação – declarou o meia Thiago Galhardo.

Ponte Preta estreia com reservas

A Macaca faz seu primeiro jogo pela Copa do Brasil 2011 nesta quarta-feira, às 21h, contra o Baré-RR, no estádio Canarinho, mas seus titulares não viajaram para Roraima. O técnico Gilson Kleina mensurou os prós e os contras de levar o time com força máxima e optou por poupar os 11 jogadores que iniciam as partidas no estadual.

- Estamos convivendo com lesões e correríamos um risco excessivo e desnecessário de machucar os jogadores que estão na batida do Paulista, por isso eles ficam. Mas estamos levando atletas que tem atuado e não perderemos nossa identidade, que é de marcação. Vamos sofrer com o conjunto em termos de entrosamento, mas é um risco programado.

Paulistas em vantagem

Se a Portuguesa tem de reverter o resultado do primeiro jogo pela Copa do Brasil, o Guarani só precisa não tomar gol para se classificar nesta quarta-feira, 19h30m, no estádio Brinco de Ouro. O Bugre empatou em 4 a 4 com o União-MT na partida de ida e tem a vantagem do empate com até três gols para cada lado.

Já o Santo André, que bateu o Naviraiense por 2 a 1 no Mato Grosso do Sul, tem vantagem maior ainda. Além do empate, o time pode até perder por 1 a 0 no confronto de volta também nesta quarta-feira, às 21h, no estádio Bruno José Daniel, que mesmo assim passa à segunda fase do campeonato.

Ainda nesta quarta-feira, às 21h, o Paulista faz a sua estréia na competição. A equipe encara o São José-RS no estádio Passo D’Areia.      

veja também