MENU

Com 'pés no chão', Tottenham recebe Milan para duelo decisivo

Com 'pés no chão', Tottenham recebe Milan para duelo decisivo

Atualizado: Quarta-feira, 9 Março de 2011 as 9:57

Tranquilidade. Essa é a palavra para definir o camisa 1 do Tottenham, que enfrenta o poderoso Milan, em casa, na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. Mesmo com a vantagem por ter vencido o primeiro jogo na casa do adversário por 1 a 0, Gomes diz que o grupo mantém os pés no chão.

- O primeiro resultado foi muito importante. Estamos tranquilos e confiantes. A responsabilidade é do Milan, até pela história que eles tem na competição. O Milan é o favorito. Sentimento de euforia? Os mais jovens talvez tenham, mas nada que afete o nosso rendimento - afirmou, por telefone.

O time londrino joga por um empate para se classificar. Já a equipe rossonera precisa vencer por qualquer placar que não seja o de 1 a 0, que levaria o duelo para a prorrogação.

A grande dúvida no Milan é Boateng, que ainda não se recuperou de uma lesão no tornozelo direito. Com a ausência do ganês, o jovem cazaque Aleksander Merkel, de 19 anos, deve estar em campo, ao lado de Seedorf e Flamini. No ataque, o trio ofensivo: Pato, Robinho e Ibrahimovic. O goleiro Gomes fez questão de chamar a atenção para o conterrâneo Alexandre Pato.

- Ele pode decidir a qualquer momento. É um jogador que sempre surpreende - disse o camisa um.

      No lado do Tottenham, o meia holandês Rafael Van der Vaart está de volta depois de 21 dias contundido. O destaque dos ingleses é o atacante Jermain Defoe, que marcou dois gols neste domingo, no jogo contra o Wolverhampton, pelo Campeonato Inglês.

Gomes falou ainda sobre a confusão de Gattuso, que agrediu o auxiliar técnico do Tottenham no jogo de ida e está suspenso por cinco jogos na competição    Na imprensa inglesa, soou mais alto até que a nossa vitória. O Gattuso pegou um pouco pesado. Ficamos chateados porque é um jogador experiente, mas nosso auxiliar mostrou seu caráter ao não revidar - disse.

Com 18 gols marcados, o Tottenham teve o ataque mais positivo da fase de grupos da Champions 2010/11, ao lado do também time londrino do Arsenal, que foi eliminado pelo Barcelona. Já o Milan teve a pior campanha entre as 16 equipes que se classificaram para as oitavas de final da competição.    

veja também