MENU

Com plano estratégico pronto, Brasil depende do brilho, afirma Mano

Com plano estratégico pronto, Brasil depende do brilho, afirma Mano

Atualizado: Quinta-feira, 7 Julho de 2011 as 3:56

Logo depois do empate por 0 a 0 com a Venezuela, na estreia da Seleção Brasileira na Copa América, o técnico Mano Menezes afirmou que o jogo do próximo sábado, contra o Paraguai, em Córdoba, seria melhor para o Brasil por ele acreditar em uma partida mais aberta. Mas para isso a individualidade precisa aparecer.

Escondido no debute brasileiro na competição, o brilho dos craques brasileiros fez falta. Porém, Mano Menezes está confiante que esse problema vai acabar.

- Vejo o papel do técnico de forma preponderante nessa linha. Tenho de organizar, dar plano tático e estratégico. E aquilo que pode ser acrescentado depende do brilho pessoal dos jogadores. E nós temos esse brilho – respondeu o treinador, ao ser questionado se está na hora de os craques fazerem a diferença.

Embora o resultado contra a Venezuela tenha sido decepcionante e a atuação pífia na maioria do jogo, Mano Menezes se apoia em 20, 30 minutos de bom futebol. Segundo o comandante verde e amarelo, o grupo conseguiu executar o que ele pediu em determinados momentos, mas precisa de mais regularidade.

- Nossa expectativa, claro, é que consigamos fazer um jogo melhor, principalmente que a Seleção consiga fazer durante mais tempo que fez durante 20, 30 minutos do jogo com a Venezuela, quando adiantamos a marcação da saída de bola. Ter a retomada de bola antes nos ajuda – acrescentou o treinador.

Para o jogo deste sábado, em Córdoba, a tendência é que Mano Menezes mantenha o time da estreia, com Julio César; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos; Lucas Leiva, Ramires e Paulo Henrique Ganso; Robinho, Neymar e Pato. Só que Elano e Lucas foram testados nas vagas de Ramires e Robinho.          

veja também